Dona de casa de 21 anos executada com tiros de pistola quando alimentava os filhos

O assassinato pode ter relação com a morte de Cleiton Moreira Rodrigues, morto na mesma esquina em que a vítima morava. Ana Thais teria dito à polícia que testemunhou o crime
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A jovem dona de casa Ana Thaís Oliveira da Silva, de 21 anos de idade, natural de São Domingos do Araguaia (PA), foi executada com vários tiros de pistola 380, na noite deste sábado (10), em sua residência localizada na esquina das ruas Sete e Doze, no Bairro Alto Boa Vista, em Parauapebas. Na mesma esquina, pela manhã, o eletricista montador Cleiton Moreira Rodrigues, de 30 anos, foi encontrado morto.

Segundo testemunha que pediu para não ser identificada, temendo represália, era por volta das 20h, quando um carro de cor escura parou nas proximidades da casa da vítima. Dele, saiu um homem que se dirigiu à residência de Ana Thais, fez vários disparos contra a porta e depois a arrombou, invadindo o imóvel.

Já dentro da casa, disparou várias vezes contra a mulher, que no momento servia o jantar aos três filhos, matando-a instantaneamente. A filha mais velha correu até a casa de uma vizinha e disse que a polícia havia matado sua mãe.

O marido de Ana Thais estava em uma igreja a dois quarteirões de casa e foi avisado do assassinato. Ele disse que a havia deixado em casa alimentando os filhos e, quando terminasse, ela também iria à igreja, onde aconteceria um sorteio.

Na frente e no interior da casa, a Polícia Militar encontrou nove capsulas de munição calibre 380. No local, vizinhos comentavam que a morte de Ana Thais pode ter relação com o assassinato de Cleiton Moreira Rodrigues. A vítima teria contado à polícia que que testemunhou o crime.

(Caetano Silva)

Publicidade