De virada, Remo vence o Brusque (SC) no Baenão e sai da zona de rebaixamento da Série B

O Leão saiu atrás com gol contra de Rafael Jansen, mas virou com Felipe Gedoz e Marcos Júnior
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Jogadores do Remo comemoram a virada contra o Brusque (Foto: Samara Miranda/Ascom Remo)

Continua depois da publicidade

Finalmente o Clube do Remo voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando na noite desta quarta-feira (14), o Leão Azul venceu o Brusque (SC) de virada, por 2 a 1, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém, partida válida pela 11ª rodada da competição nacional. Com a vitória, o time azulino saiu da temida zona de rebaixamento e agora ocupa o 15° lugar com dez pontos. 

Os gols da partida saíram somente na etapa final. O Brusque saiu na frente, quando João Carlos cruzou da direita e o zagueiro Rafael Jansen cortou mal e marcou gol contra, aos 15 minutos, em um lance bizarro no Baenão. O Remo não se entregou e virou a partida com os gols de Felipe Gedoz, aos 32, e Marcos Júnior, aos 37 minutos. 

O Clube do Remo volta a campo diante da Ponte Preta (SP), no próximo sábado (17), às 18h30, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O duelo será válido pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

O jogo: Leão saiu da zona de rebaixamento!  

O Remo começou em cima: antes do primeiro minuto de jogo, após cruzamento da direita, Dioguinho cabeceou por cima da meta do goleiro Zé Carlos. No lance seguinte, Lucas Siqueira recebeu passe e cruzou na área, a bola sobrou para Victor Andrade, que chutou – a redonda tocou na defesa e sobrou para Lucas Siqueira, mas a arbitragem assinalou impedimento. Só dava Leão. Dioguinho recebeu pelo meio, ajeitou e experimentou de longe, mas o goleiro Zé Carlos defendeu para o Brusque.

Em mais um investida azulina, Thiago Ennes chutou de fora da área, o goleiro Zé Carlos rebateu, mas voltou a defender antes da chegada de Dioguinho; quase o Leão abriu o placar. O time de Santa Catarina finalmente chegou com Bruno Alves, que chutou de longe e parou na boa defesa do goleiro Vinícius. O estreante atacante Victor Andrade driblou dois adversários e chutou uma bola que passou muito perto da trave do goleiro Zé Carlos, quase um golaço do Remo no Baenão.

Em uma boa triangulação remista, Felipe Gedoz levantou para Lucas Siqueira, que ajeitou de cabeça para Dioguinho; o atacante emendou uma bicicleta e a bola foi para fora. Na queda após a jogada de bicicleta, Dioguinho acabou se machucando e deixando o campo para a entrada de Wallace. Na primeira tentativa, Wallace recebeu na esquerda, cortou para o meio e chutou, a bola foi para fora. 

O time do Brusque chegou com perigo com João Carlos, que cruzou da direita e Rafael Jansen fez o corte, mandando para escanteio. Em mais uma tentativa dos visitantes, Thiago Alagoano recebeu, puxou para o meio e chutou para a defesa do goleiro Vinícius. No segundo tempo, o Remo seguiu em cima. Igor Fernandes fez boa jogada individual e cruzou, mas Erick Flores não alcançou e a bola se perdeu pela linha de fundo. 

Outra vez o Leão Azul chegou, quando Victor Andrade pegou uma sobra de bola e chutou por cima da meta do goleiro Zé Carlos. O Brusque chegou com muito perigo, depois que Airton cruzou para Thiago Alagoano, que dominou e chutou por cima da trave de Vinícius. Em uma bola na área remista, Garcez recebeu sozinho, mas finalizou para fora. Que chance perdeu o time catarinense.

O Brusque chegou ao gol. Após jogada pela direita, João Carlos cruzou e Rafael Jansen acertou um chutaço, marcando contra – um lance bizarro no Baenão, aos 15 minutos, 1 a 0. O Leão empatou: Arthur recebeu na direita e tocou para Wallace, que rolou para o chute de primeira de Felipe Gedoz, aos 32 minutos, 1 a 1. E, rapidamente, o Leão virou. Felipe Gedoz cobrou escanteio e a bola passou por todo mundo, menos por Marcos Júnior, que só escorou para o fundo do barbante, aos 37 minutos, 2 a 1. Placar final: Remo 2 x 1 Brusque. 

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Thiago Ennes, Kevem, Rafael Jansen e Igor Fernandes; Anderson Uchôa (Marcos Júnior), Lucas Siqueira (Renan Gorne) e Felipe Gedoz; Dioguinho (Wallace), Erick Flores (Arthur) e Victor Andrade (Lucas Tocantins).
Técnico: Felipe Conceição

BRUSQUE: Zé Carlos; João Carlos (Fillipe Soutto), Ianson, Everton Alemão e Airton; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar (Nonato), Garcez (Tinga) e Bruno Alves (Toty); Thiago Alagoano e Edu.
Técnico: Jerson Testoni

  • Árbitro: Diego Pombo Lopez (CBF/BA)
  • Assistente 1: Edevan de Oliveira Pereira (CBF/BA)
  • Assistente 2: Luanderson Lima dos Santos (CBF/BA)
  • Quarto Árbitro: Gustavo Ramos Melo (CBF/PA)
  • Cartões amarelos: Erick Flores (Remo); João Carlos, Rodolfo Potiguar, Zé Mateus, Thiago Alagoano e Edu (Brusque)
  • Gols: Rafael Jansen, contra em favor do Brusque, aos 15 minutos do 2° tempo; Felipe Gedoz, aos 32, e Marcos Júnior, aos 37 minutos do 2° tempo para o Remo
  • Local: Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém 

Por Fábio Relvas