Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Redenção

Vigilância em Saúde de Redenção se mobiliza contra o Aedes aegypti

Com a chegada do período de chuvas, aumenta a possibilidade de proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya

Tendo em vista o período chuvoso, quando aumenta o risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti, a Vigilância em Saúde de Redenção já está tomando providências e deflagrando ações de conscientização entre a população, a fim de minimizar os casos de dengue, febre chikungunya e a contaminação pelo zika vírus. Ouvida pelo Blog, a responsável pelo setor, Makeldes Borges, disse que os agentes de endemias vêm intensificando o trabalho rotineiro e realizando o já conhecido mutirão.

Uma vez que o combate ao mosquito não depende só dos órgãos da Saúde, mas, em grande parte, da população, os agentes estão realizando reuniões com as comunidades em associações de moradores, com a participação de representantes do IPPUR (Instituto de Pesquisa, Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável de Redenção).

Durante esses encontros, as pessoas são advertidas sobre o perigo que representa o lixo amontoado nos quintais, com recipientes acumulando água parada, proporcionando ambiente ideal para a reprodução do Aedes; e aconselhadas a manterem limpos os quintais e demais áreas adjacentes das residências.

O mutirão começou em novembro último, com reuniões e vistorias nos setores considerados mais críticos e em que se registrou maior número de casos das doenças transmitidas pelo mosquito no último período chuvoso: Amorim, Capuava, Vale da Serra e Independência.

Questionado pela Reportagem do Blog sobre o emprego do carro fumacê no combate ao Aedes aegypti, Makeldes Borges disse que solicitou o equipamento para a 10ª Regional de Saúde, em novembro do ano passado, más até o momento o carro não chegou a Redenção.

Ela ressaltou, entretanto, que o fumacê tem apenas a utilidade de matar os mosquitos que estão sobrevoando e disse que prefeitura está realizando um trabalho mais intensificado. “Nós estamos com serviços de prevenção, estamos passando nas casas para evitar a proliferação do mosquito, pois a dengue mata”, explicou.

Dicas para combater o mosquito da dengue

– Manter as garrafas vazias ou baldes viradas para baixo;

– Não deixar entulho no quintal ou nas ruas e varrer diariamente a água parada;

– Cobrir as caixas d’água, poços ou piscinas e manter as calhas de água limpas;

– Colocar terra ou areia nos pratos dos vasos das plantas;

 – Manter a lata de lixo devidamente tampada e jogar no lixo cascas de coco, latas de refrigerantes, copo plástico, garrafas, embalagens, etc.;

– Guardar pneus em locais cobertos, longe da chuva. Faça furos na parte de baixo ou entregue no serviço de limpeza;

– Tampar os ralos pouco usados com um plástico, jogando água sanitária no cano duas vezes por semana;

– Diminuir o número de bebedouros de cães, gatos e passarinhos e manter o aquário limpo e fechado;

– Colocar telas de proteção nas janelas e mosquiteiros na cama para dormir.

– Além disso, para se proteger é também recomendado usar repelente e calça comprida e sapato fechado, pois o mosquito da dengue tem o hábito de picar os pés e as pernas.

Deixe uma resposta