Marabá

Cabo da PM é assassinado com 7 tiros em frente à feira popular

Era dia de grande movimentação na Feira da Laranjeiras, em Marabá, na manhã deste domingo, 6. O cabo da reserva da Polícia Militar, Jessé Medina da Cruz, de 43 anos, estava com a esposa em um bar em frente à feira e tomou tempo para jogar sinuca com um amigo. E entre uma jogada e outra, Jessé foi surpreendido por dois homens que chegaram em uma motocicleta e fizeram 9 disparos contra ele. Sete tiros foram certeiros e ele não resistiu e morreu no local.

Testemunhas informaram à polícia que dois homens chegaram em uma motocicleta alta, preta, e efetuaram os disparos. Um dos executores, inclusive, estaria sem capacete.

O assassinato de Jessé não foi o único do primeiro final de semana de 2019 em Marabá. Ainda no sábado, 5, Washington Gonçalves Rodrigues, 32 anos, foi executado no Bairro Km Sete, Nova Marabá. No momento do crime, ele estava trabalhando como lavador de carros em um lava jato. Washington foi surpreendido quando limpava o interior de um carro e dois homens chegaram em uma moto de cor preta e efetuaram seis disparo, todos certeiros.

Segundo os registros policiais, a vítima já havia sido presa por estupro e roubo lá mesmo no Km 7, tendo deixado a cadeia em setembro passado.

Famigerada pelo nome que carrega, a Rua do Cavalo Morto, localizada na Folha 23, Nova Marabá, foi palco do terceiro homicídio do final de semana em Marabá. O jovem Mateus Vinicius foi executado em sua residência na noite deste domingo. Dois homens com capacete, em uma motocicleta, de cor preta, chegaram à rua e um deles invadiu a residência de Mateus e atirou nove vezes contra o rapaz. Recentemente, Mateus Vinícius havia sido preso por roubo majorado e indiciado por posse ilegal de arma de fogo e denunciado por homicídio qualificado em Castanhal.

Ulisses Pompeu – de Marabá

Deixe seu comentário