Vereador solicita CPI para investigar denúncias contra Secretaria de Saúde de Canaã

Anderson Mendes (MDB) cita médicos que recebem plantões sem trabalhar, empresas que faturam com transferência de pacientes e ambulâncias precárias.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O vereador Anderson Mendes (MDB) usou a tribuna da Câmara Municipal, durante a sessão ordinária desta terça-feira (14), para relatar irregularidades que ocorrem na Secretaria de Saúde de Canaã dos Carajás. O vereador solicitou a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas denúncias.

Na sessão, Anderson pediu um minuto de silêncio pela morte do primo, Amom Andrade, de 61 anos, vítima da Covid-19. Segundo o vereador, Amon que é irmão do ex-prefeito Jeová, morreu em Canaã à espera de uma vaga em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) . “A gente fica revoltado de morar numa cidade tão rica e não ter UTI aqui em Canaã dos Carajás. É uma bandeira, que enquanto vereador eu for, vou estar aqui cobrando, estar brigando, pedindo isso aqui na tribuna”, disse o vereador.

Anderson Mendes ressaltou que tem recebido denúncias envolvendo gestores da pasta da saúde. “Denúncias graves de médicos que eram do grupinho, da panelinha, que recebiam plantão sem trabalhar, de médicos que recebiam plantão para receber em roupa, na loja de uma das chefes da secretaria da saúde”, relatou.

O vereador falou sobre a realização de cirurgias de pacientes de Canaã na capital paraense. Segundo a denúncia, a empresa contratada para realizar o transporte de pacientes se beneficiaria com a transferência. “A empresa que presta esse tipo serviço é do grupinho da secretaria de saúde. Aí, analisa o paciente: fazer a cirurgia (em Canaã) que custa R$ 750,00 ou R$ 12 mil? Vamos despachar para Belém porque vamos ganhar 12 mil reais”, disse o vereador, explicando como funcionava o suposto esquema.

Ambulâncias inadequadas

O vereador disse que acompanhou de perto o drama de uma senhora, que aguardava transferência para o Hospital de Marabá, mas o veículo não apresentava condições adequadas para o transporte. “Quando cheguei, não aceitaram levar na ambulância. Eu perguntei por que essa senhora não vai ser transferida logo? Aí me disseram: vereador, essa ambulância não tem equipamento adequado para manter a oxigenação. Se ela sair nessa ambulância, ela vai dar uma parada cardíaca e vai morrer na estrada”, contou Anderson, criticando as condições dos veículos.

O veredor também mostrou no telão uma reportagem do Blog do Zé Dudu sobre a prisão do médico peruano, por exercício ilegal de medicina. O profissional foi contratado por uma empresa terceirizada para atuar no município. “Porque a empresa que fazia remoção nas ambulâncias, contratava esse tipo de gente pra pagar barato para sobrar dinheiro”, acusou o vereador.

CPI da Saúde

O vereador cobrou do presidente da Câmara, Dinilson José (MDB), a abertura da CPI. “Quero aqui presidente fazer um pedido de uma CPI para que possamos investigar essas denúncias graves da secretaria de saúde”. Anderson Mendes destacou que precisará de cinco votos para abrir uma CPI.

“Se a justiça daqui da terra não bater na porta dessas pessoas, eu tenho certeza absoluta que a justiça lá de cima, ela tarda mas não falha”, concluiu o vereador.

Respostas

A reportagem do Blog Zé Dudu procurou a Prefeitura de Canaã dos Carajás para comentar as supostas denúncias. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde reservou-se a comentar estritamente sobre os leitos de UTI:

“A Secretaria Municipal de Saúde de Canaã dos Carajás segue em busca para obter a liberação do Sus quanto à possibilidade de credenciar os leitos de UTI no município. Porém, esbarra na atual regulamentação do Ministério da Saúde, que restringe a liberação de UTI’s a municípios de pequeno porte. Canaã aguarda a atualização de sua população pelo IBGE. No entanto, o município segue avançando nos trâmites para construção de um hospital de atendimento de alta complexidade, de âmbito regional, que se enquadrará nas regras da Constituição Federal para o credenciamento dos leitos”.

Procuramos também o presidente da Câmara, Dinilson José (MDB), para comentar o pedido de abertura da CPI, mas a assessoria de imprensa  informou que o setor jurídico só encaminhará um posicionamento nesta quinta-feira, dia 16.

Por Dayse Gomes

2 comentários em “Vereador solicita CPI para investigar denúncias contra Secretaria de Saúde de Canaã

  1. Cleo Macedo Responder

    Os serviços públicos prestados em nossa querida Canaã precisam ser fiscalizados mais de perto, pois os investimentos de verbas públicas são altíssimos, inúmeros contratos milionários que não estão trazendo o resultado esperado à população. O Vereador Anderson Mendes é o único dos 13 vereadores que legislam no município que tem feito seu papel, pelo que se pode ver com muita responsabilidade e comprometimento. Mas infelizmente sozinho fica difícil de fiscalizar, afinal se apenas um vereador tivesse o poder de fazer esse trabalho sozinho não seria necessário elegermos 13.
    É revoltante ver um município tão rico e promissor nas mãos de gestores despreparados e corrompidos.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: