Notícias

Veja o vídeo com a participação do deputado João Salame defendendo a criação do Carajás na RBA

Publicidade

19 comentários em “Veja o vídeo com a participação do deputado João Salame defendendo a criação do Carajás na RBA

  1. Erivan Responder

    Assim como aconteceu com o Tocantins (antigo Goiás), têm que se fazer com o Pará. Divisão, já! Não sou paraense, mas, amo o Pará e as pessoas que ali residem. O melhor para o estado hoje, é a divisão! Depois, é analisar muito bem a sua consciência e os candidatos, para que os novos estados (Tapajós e Carajás) são estados prósperos e bem estruturados.

  2. Kpnup Responder

    João Salame é o orgulho do pps?! É por isso que eu nunca votei em um candidato do pps e nunca irei votar. O que eu votarei no dia 11 de dezembro são 55 e 55, Não e Não, O Pará ninguém divide.

  3. Luiz Responder

    Paulo Sérgio, o problema não esta nós paraenses, esta na base. A maioria não sabe conjugar um verbo, quanto mais administrar uma empresa. Se não fosse os mineiros, paulistas, cariocas…

  4. Maria Tereza Responder

    Parabéns Deputado pela sua bravura, precisamos de mais representantes como vc, essas críticas negativas nos entristece mas ao mesmo tempo nos encoraja, esse desejo de emancipação cresce cada vez mais em nossos corações.

  5. Anonimato Responder

    Rapaz eita povim burro…..pensa pequeno irão viver e morrem pobre…sem desenvolvimento ficam trabalhando para enriquecer o patrão….aposto como são tudo empregado esse povo que não quer a separação…ficam com medo de morre de fome só pode.

  6. Paulo Sérgio Responder

    Quantas e quantas vezes já vi e já discutir com pessoas de outra Estados, que pra cá vieram matar sua fome; falarem mal dos paraenses.
    Essas pessoas sobrevivem e dependem da riqueza mineral do Estado do Pará, e mesmo assim não reconhecem o Estado que os acolheu e agora veem com esses argumentos fajutos tipo esse do Kpnup2, e roubar todas essas riquezas que não lhe pertecem e sim ao Estado do Pará.
    Se eu tivessee visto alguma proposta que beneficiasse a população, até que poderia se pensar, mais não, só o que vê é oportunismo e ganancia nos bilhões de reais caso venha a ocorrer essa divisão.
    É por isso que nós paraenses repgnamos essa proposta ridícula de esquartejamento do Estado.
    Tenho fém Deus que dia 11 de dezembro, vamos colocar um ventilador na farofa desses forasteiros, votando
    NÃO E NÃO ! NINGUÉM DIVIDE O PARÁ.
    O Pará, nos pertence assim mostraremos. 55

  7. Eudes Responder

    Caro Zé Dudu,

    Onde está o desrespeito? só porque eu pedir pra você ser imparcial e postar o video dos defensores do Pará inteiro isso é desrespeitar? eu respeito sim e muito o povo do sul e sudeste do estado, como respeito o povo de qualquer parte deste grande Estado que é o Pará, não fosse assim eu não entraria nesse site pra pdeir imparcialidade até para que os outros paraenses tenham o direito a informação imparcial.

  8. PPS Responder

    Esse joão salame é um orgulho para o PARTIDO PPS… Esse sim honra o nome e os ideais do Partido… Não tem jeito, o melhor pro Pará é se unir a TAPAJOS e CARAJAS após a divisão e serem os mais fortes do BRASIL. DIGA SIM 77 duas vezes.

  9. Paulo Henrique Responder

    Zé Dudu, não é só ele que desrespeita os que aqui moram, muito daqueles que daqui sobrevivem do Estado do Pará, falam mal dos paraenses, o que é pior ainda depende deste Estado maravilhoso.

  10. manoel silva Responder

    Diariamente a radio arara azul viola de forma acintosa a legislação eleitoral ao fazer propaganda, fora do horário permitido pela justiça, a favor do “sim”.
    Concessão pública,funcionando na condição de radio educativa,a referida emissora reproduz o pouco caso pela Lei que é uma das marcantes características de nossa região.
    O discurso separatista é caldo de xuxú,não consegue empolgar a população, pois seus autointitulados lideres tem a credibilidade inversamente proporcional às suas aspiraçoes financeiras e políticas com o “bom negocio”que seria o novo estado.
    É a turma dos adesivos para carros,quando a maioria de nossa população mal consegue ter acesso às vans;é a turma que anda em suas caminhonetes na contra-mão; que adora negócios com a prefeitura e a câmara; que acha normal queimar terra para fazer pasto; a turma do trabalho escravo e dos que acham os sem-terra vagabundos, quando suas próprias terras sào fruto de grilagem, nos mais variados tamanhos.
    Separar o Estado é o “garimpo” da vez.
    Como já acabou a madeira,como não tem mais terra para grilar, como o butim das câmaras e prefeituras não dá para saciar o apetite do pessoal,vamos apostar na divisão do estado.
    Lá-pensam eles,entre rodadas de churrasco e chimarrão, o pirão haverá de ser maior.

  11. Kpnup Responder

    Ele está de olho nos milhões, bilhões, trilhões …..E proposta para a melhoria de vida do povão nadica de nada nessa entrevista, né! O bom é que ele deixou bem explicito o real interesse dele na questão da divisão do Pará. Falou apenas em dinheiro, querendo comprar o voto de todos com seus números mirabolantes e mentirosos. É por essas razões que eu sempre votarei 55 e 55. Não quero sustentar mais parasitas desse tipo com o meu rico suor que eu derramo quando trabalho e pago os meus impostos. Não e Não, O Pará ninguém divide!

  12. Toninho Responder

    Em reunião a direção estadual da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB aprovou posição contraria a divisão do território paraense. Segue abaixo a integra da nota da central.

    Em Defesa da Unidade do Pará

    A CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, reunida sua direção plena, deliberou posição pela manutenção da unidade do estado do Pará, contrária a proposta de divisão do nosso estado e pela construção de um projeto de desenvolvimento, com valorização do trabalho, que rompa com a concepção de rapina que perpassa as elites antigas e novas.

    Entendemos que essa proposta de divisão é contrária aos interesses dos trabalhadores e da sociedade, servindo a interesses de elites politicas locais e de grandes empresas como Vale do Rio Doce e Cargil, que preferem relações com aqueles políticos regionais a enfrentar uma posição ou oposição politica mais madura do conjunto do estado.

    Pugnamos por uma politica de inclusão que aponte para o desenvolvimento com valorização do trabalho, em todo o estado do Pará e afirmamos que dividir o estado não resolve a ausência de politicas publicas que atenda às demandas da sociedade.

    Avaliamos que os mesmos atores que defendem a divisão do estado não apresentam solução às demandas sociais, nos municípios que dirigem, muito pelo contrário, no geral são responsáveis por graves desrespeitos aos direitos dos trabalhadores e da sociedade.

    Outra parcela desses autores, as grandes empresas, são vorazes na rapinagem das riquezas de nosso país e colocando em risco nossa soberania. Atacaram e destruíram a reserva mineral no Amapá e estão fazendo o mesmo no Pará, buscam apenas facilitar o saque com implantação de governo mais dócil.

    Dessa forma, a CTB se afirma CONTRÁRIA a divisão do estado do Pará e mobilizará seus filiados, o conjunto dos trabalhadores e em unidade com as demais entidades sindicais e do movimento social para impedir a destruição de nossa estado.

    Não à Divisão do Pará e pela construção de um Projeto Estadual de Desenvolvimento com Valorização do Trabalho!

    De Belém,
    Marcão Fonteles

    0

  13. Toninho Responder

    Por que não divulgar o trecho dos deputados anti-separatismo?
    Imparcialidade é o requisito numero 1 do jornalismo.
    Coisa que aqui não obedecem.
    Afinal ele não falou sózinho, ouve réplicas e muitas réplicas convicentes que colocaram os argumentos do dep. Salame, por agua abaixo.

  14. Eudes Responder

    Só o do João Linguiça? Não tem coragem de colocar o vídeo do Zenaldo rebatendo cada número maquiado que o Linguiça informou? kkkk Os separatistas estão perdidos mesmo, querem enganar a si próprios, porque enganar os paraenses não vão conseguir não!

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Eudes, são pessoas como você, que menosprezam e desrespeitam os que aqui moram, que fazem crescer esse desejo de separação. Tenha respeito rapaz e vá procurar o vídeo do Zenaldo la no Blog do Bacana.

Deixe seu comentário