Órgãos de segurança realizam operação integrada em primeiro dia de lockdown em Tucuruí

O decreto de restrição total vai até domingo (24). As ações repressivas passam a valer a partir desta sexta-feira (22) e quem descumprir a medida será advertido ou multado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Órgãos de segurança iniciaram nesta quinta-feira (21) uma operação integrada para cumprir o decreto de lockdown no município de Tucuruí, no sudeste do Pará. O regime de bloqueio total foi decretado ontem (20) pelo prefeito do município, Arthur Brito, e segue até domingo (24).

A operação envolve órgãos de segurança pública estadual e municipal. Na primeira operação realizada hoje, quando começou a valer o decreto, 104 profissionais estiveram em ação. Neste primeiro dia, as ações foram somente de  orientação da população, para que permanecer em casa.

O lockdown foi adotado com o objetivo de reduzir o número de pessoas nas ruas e tentar diminuir a disseminação do novo Coronavírus no município. “Estamos orientando os cidadãos a não circularem pelas vias públicas, somente em casos de urgência, desde que seja comprovado. Então, se você for ao médico, pagar contas, trabalhar, nestas situações, deverá apresentar algum comprovante”, explica a secretária municipal de Segurança, Ana Laura Milhomem.

Após esse primeiro dia educativo, a partir de amanhã as pessoas que não cumprirem o decreto serão advertidas ou multadas. “Aplicaremos advertências e multas aos que estão descumprindo o lockdown. Por isso, é importante que todos permaneçam em casa”, orientou o superintendente da Polícia Civil do Lago de Tucuruí , delegado Marcos André.

Segundo o último Boletim Epidemiológico, divulgado ontem pelo Departamento de Vigilância em Saúde, o município de Tucuruí possui 216 pessoas infectadas com a Covid-19 e 26 óbitos.  

(Tina Santos)

Publicidade