Tucumã: Polícia segue com investigações para identificar e prender assassinos de fazendeiro

O pecuarista e a família dele foram atacados por criminosos na sede da fazenda. O pecuarista foi levado pelos assaltantes e encontrado morto a cerca de 500 metros da sede da propriedade
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil da Delegacia de Tucumã, no sudeste do Pará, segue com as investigações para tentar identificar e prender os criminosos que assaltaram uma fazenda localizada na vicinal P3 e mataram o dono da propriedade, Márcio Veloso, e deixaram a família dele amarrada na casa. O assalto aconteceu na tarde da última sexta-feira (5).

As investigações estão sendo conduzida pelo delegado Rafhael Machado, da Delegacia de Tucumã. Segundo o delegado, como as investigações estão em andamento, ainda não é possível divulgar detalhes, para não alertar os acusados.

Ele observa que nesse momento o caso está sendo tratado como latrocínio, que é roubo seguido de morte. As informações levantadas com testemunhas são que ao menos três homens chegaram à fazenda, renderam as pessoas e subtraíram objetos.

Depois amarraram as demais pessoas e saíram com o fazendeiro. O corpo do pecuarista foi encontrado depois, pela própria família, que conseguiu se libertar das amarras, a cerca de 500 metros da sede fazenda.

Os criminosos levaram o carro da vítima, uma moto, joias e dinheiro.

Um dos parentes do pecuarista entrou em desespero ao encontrá-lo morto. As ações para tentar localizar os criminosos contam com o apoio da Polícia Milita.

Por Tina DeBord