Resposta do Vereador Miquinha sobre o Restaurante Popular

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Semanas atrás foi publicado material onde um cidadão acusava o vereador Miquinha (PT) de plágio em projeto de sua autoria que solicitava a criação de um restaurante popular em Parauapebas. O vereador envia sua resposta sobre a acusação:

Miquinhas“O Governo Federal criou o projeto Restaurante Popular que tem como objetivo apoiar a implantação e a modernização de restaurantes públicos para disponibilização de refeições saudáveis e com alto índice de valor nutricional para a população que se encontra em situação de insegurança alimentar e nutricional. Todo Município com população igual ou superior a 100 mil habitantes tem direito a implantação de um Restaurante Popular.

O Programa Restaurantes Populares é um dos programas integrados à rede de ações e programas do Fome Zero, política de inclusão social estabelecida em 2003. O bom funcionamento deste programa é papel do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Ao perceber que nossa cidade tinha esse anseio, apenas fiz meu papel de vereador e indiquei o projeto no dia 1 de outubro de 2009, e posso afirmar que não pensei em minha pessoa, pensei apenas nos trabalhadores que trabalham um longo dia muitas vezes sem uma refeição saudável. Lembro com muita emoção a fala do presidente LULA afirmando que no final de seu governo, se todo brasileiro tiver adquirido o direito de tomar três refeições diárias, ou seja, tomar café da manhã, almoçar e jantar, ele já teria cumprido o seu papel.

Resposta ao Morador
Meu caro, caso queira operacionalizar o Restaurante Popular que será implantado em nosso município,você com comerciante deve aguardar o edital de licitação para que assim como outros empresários possa concorrer a operacionalização do mesmo.

Em quanto a minha pessoa, saiba que não tenho nenhum interesse operacionalizar um empreendimento deste porte e nem tão pouco sou plagiador, pois não copiei obra da autoria de ninguém, apenas indiquei a implantação de um projeto criado desde 2003 pelo Governo Federal”.

Vereador Miquinha

Publicidade