Esportes

Remo tomba no Mangueirão e tem vaga no G4 ameaçada

O Remo fez uma partida muito abaixo na noite desta quinta-feira e está com a vaga no G4 do Grupo B ameaçada depois de perder para o Tombense, por 2 a 0, em pleno Mangueirão, na abertura da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Ao perder uma invencibilidade de cinco jogos, o Remo estacionou nos 22 pontos, perdeu a chance de assumir a liderança provisória e, em terceiro lugar, pode ser ultrapassado por Juventude, Paysandu e Ypiranga.

Já o Tombense encerrou um jejum de cinco partidas e se distanciou da zona de rebaixamento, subindo para o sétimo lugar, com 17 pontos.

EQUILIBRADO
O Tombense quase surpreendeu logo aos dois minutos. Adeilson aproveitou falha da defesa remista, mas desperdiçou boa oportunidade ao tentar driblar o goleiro Vinícius e sair com a bola pela linha de fundo. Depois do susto, os donos da casa esboçaram uma blitz em cima do adversário.

O gramado pesado do Mangueirão por conta da chuva dificultava a troca de passes dos dois times. Aos 24, Manoel soltou a bomba em cobrança de falta e Vinícius defendeu sem dar rebote. A resposta do Remo veio na sequência. Yuri aproveitou bola mal tirada pela zaga e bateu pela linha de fundo.

Aos 41 minutos, por muito pouco o Remo não abriu o placar no Mangueirão. Emerson Carioca recebeu grande lançamento de Eduardo Ramos e soltou a bomba na rede pelo lado de fora, levantando os torcedores azulinos.

GAVIÃO VOLTOU LIGADO

Logo aos dois minutos do segundo tempo, Everton aproveitou bola mal tirada por Fredson, dominou e mandou no ângulo de Vinicius, abrindo o placar para o Tombense. Pressionado pela torcida, o Remo partiu com tudo em busca do empate, mas passou a dar espaço para o contra-ataque adversário.

Aos nove, Ramires soltou a bomba e Felipe fez grande defesa. Quase o empate. Na tentativa de colocar o time mais ofensivo, o técnico Márcio Fernandes promoveu a estreia do experiente Neto Baiano, que chegou nessa semana depois de deixar o Vitória.

A situação do Remo ficou ainda mais difícil aos 33, quando Willian Rocha aproveitou rebote de Vinícius após desvio de Ícaro e fez o segundo do Tombense. Esse foi o estopim para parte dos torcedores deixarem o Mangueirão.

O Leão quase diminuiu aos 41 com o estreante Neto Baiano, mas Felipe evitou o gol ao defender com os pés. Nos acréscimos, o Tombense ainda teve duas chances para marcar o terceiro através de Adeílson e Everton.

PRÓXIMOS JOGOS
O Remo volta a campo só na próxima sexta, contra o Volta Redonda, às 20 horas, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Na quinta, o Tombense vai até Caxias do Sul encarar o Juventude, às 20 horas, no Alfredo Jaconi. Os jogos são válidos pela 16ª rodada.

FICHA TÉCNICA

Remo-PA – Vinícius; Djalma, Fredson, Marcão e Ronaell; Ramires, Yuri e Eduardo Ramos;
Gustavo Ramos (Neto Baiano), Emerson Carioca (Wesley) e Garré (Alex Sandro). Técnico: Márcio Fernandes

Tombense-MG – Felipe; Bruno, Reniê, Willian Rocha e Manoel; Augusto Recife (Ícaro), Ibson e Marquinhos (Lucas de Sá); Everton, Adeílson e Judivan Rubens).Técnico: Eugênio Souza.

Cartões Amarelos
Remo-PA: Yuri
Tombense-MG: Marquinhos, Judivan, Felipe, Everton, Lucas de Sá

Deixe seu comentário