Notícias

Redenção: Feminicídio ainda está sem explicação

Parentes, amigos e vizinhos ainda não sabem o que levou Marcos Vinícius da Silva, 28 anos, a assassinar, a facadas, a mulher dele, Letícia Aguiar Araújo, 24, na tarde da última sexta-feira (11). O
crime aconteceu na casa do casal, no Setor Marechal Rondon, em Redenção. Após esfaquear a mulher, ele ainda chegou a socorrê-la, levando-a ao Hospital Regional, mas, Letícia não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu.

Vizinhos dizem que Marcos é uma pessoa tranquila e trabalhadora a afirmam não entenderem o que motivou tão bárbaro crime contra Letícia, com quem conviveu por sete anos. Ele não tinha passagem pela polícia e trabalhava como estoquista de uma loja de móveis e eletrodomésticos e ela sua era subchefe de cozinha em uma empresa local. O casal tem um filho de seis anos de idade.

O flagrante foi feito na Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), onde ele foi enquadrado pelo crime de feminicídio e encaminhado para o presídio. Marcos Vinícius teria silenciado sobre o motivo do assassinato. O corpo de Letícia Araújo, que, além muito jovem se destacava pela beleza física, foi sepultado no sábado (12), em meio a grande comoção.

Publicidade

Deixe seu comentário