Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia

Polícia: Ananindeua recebe a Operação Cristo Redentor, com mais de 1300 mandados

Com mandados expedidos pela Vara do Crime Organizado da capital, a operação é a maior da Polícia, com ordem judicial, na história do Pará
Continua depois da publicidade

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) deflagrou, na madrugada desta terça-feira, 04, a Operação Cristo Redentor cujo objetivo é cumprir 1.344 mandados de busca e apreensão. A ação está sendo desenvolvida no residencial Pouso das Aracangas, conhecido como “ Cidade de Deus”, localizado no bairro do Aurá, em Ananindeua. O local foi invadido e está sob o domínio de uma facção criminosa. Estão empregados na operação 1.042 agentes de segurança.

De acordo com informações da inteligência e informações do local, pessoas conhecidas como líderes estão impedindo a entrada de policiais na área, cometendo até ataques às guarnições da Polícia Militar.

A Operação Cristo Redentor é resultado da ação da Força Tarefa realizada pela Divisão Estadual de Narcóticos (DENARC) com o apoio do Núcleo de Inteligência Policial (NIP) a fim de apurar a prática de tráfico de entorpecentes, roubos, extorsão, dentre outros na área do Aurá.

No local foi instalado um posto de comando móvel, onde três delegados, cinco papiloscopistas, cinco investigadores, uma equipe da Polinter, 20 agentes da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) auxiliam na missão.

Segundo levantamento da equipe da DENARC foi possível verificar que o condomínio residencial Pouso dos Aracangas, popularmente conhecido como Cidade de Deus é o que representa maior periculosidade concreta.

Veja também:  Canaã dos Carajás: Novas provas levam delegado Bruno Fernandes de volta à prisão

O acesso ao local é possível pela BR-316, entrando pela rua 2 de junho, passando em frente ao Carandiru.

Operação em números

Total de 1.042 agentes da segurança pública envolvidos na operação. As equipes foram divididas em:

Progressão tática
Batalhão de Polícia de Choque, Batalhão de Polícia Tática, Regimento de Polícia Montada, Companhia Independente de Operações Especiais e Companhia Independente de Policiamento com Cães, que fazem parte do Comando de Missões Especiais (CME) contam com 312 policiais Militares envolvidos, além de mais 22 policiais do Grupamento de Pronto Emprego (GPE), que é o grupamento de elite da Polícia Civil do Pará.

Busca e Apreensão
Com 372 policiais Civis e 336 policiais Militares, totalizando 708 agentes da segurança.

Viaturas
Estão sendo utilizadas na operação: 244 viaturas,quatro guinchos, duas aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (GRAESP), quatro ônibus para o transporte de presos, uma viatura de combate a incêndio e quatro ambulâncias do Corpo de Bombeiro Militar.

Os mandados foram expedidos pelos juízes Líbio Araújo Moura e Heyder Tavares da Silva Ferreira, da Vara do Crime Organizado da capital.

O vereador do município de Ananindeua Deivite Wener Araújo Galvão, conhecido como “Gordo do Aurá” está preso. Ele é apontado pela justiça como líder do Comando Vermelho.

Deixe uma resposta