Radar Parauapebas: Saiba o que é notícia na Capital do Minério neste início de semana

Decreto da alegria do prefeito Darci está deixando sem-teto e donos de casas de materiais de construção em polvorosa. E mais: entenda a expectativa da Ufra sobre o curso de Enfermagem; Nos últimos sete dias foram registrados 533 novos casos e 10 mortes por covid-19 no município
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

MAIS MAIS DO BRASIL

Parauapebas foi, pela enésima vez, um dos municípios mais importantes do Brasil, conforme dados do Ministério da Economia referentes às exportações de maio divulgados hoje (7). No quesito superávit comercial, Parauapebas só perdeu para Canaã dos Carajás — que foi campeão nacional em lucro para o governo federal no mês passado. Em se tratando do total de exportações, Parauapebas ocupa a 3ª posição nacional. Com 795,1 milhões de dólares transacionados no mês passado, a Capital do Minério só ficou atrás das metrópoles globais São Paulo (1,23 bilhão de dólares) e Rio de Janeiro (1,19 bilhão de dólares). No 4º lugar, o filho parauapebense Canaã dos Carajás, que arregimentou 723,5 milhões, quase tomando o posto do município-mãe.

MINÉRIO MADE IN PEBAS

Um dos motores do desempenho excepcional de Parauapebas nas estatísticas da balança comercial é o seu minério de ferro. Nesta segunda, o produto com pureza de 62% (referência no mercado) era cotado a 202 dólares por tonelada. No entanto, o produto genuinamente parauapebense, que rompe facilmente 66% de pureza, estava na casa dos 250 dólares para a referência de 65%. É por essas e outras que, mesmo atualmente produzindo um volume menor de minério em Parauapebas, a Vale fatura tão alto — e como nunca — daqui. No mês passado, por exemplo, Parauapebas rendeu apenas 5,82 milhões de toneladas de minério de ferro, o menor volume para o mês desde 2011, segundo levantou o Blog do Zé Dudu.

DECRETO D’ALEGRIA

O prefeito Darci Lermen deu uma notícia que está deixando 2 mil famílias parauapebenses sem-teto com sorriso de orelha a orelha: vai liberar até 16 salários mínimos como subsídio para que as famílias materializem o sonho da casa própria. Detalhe: se a família beneficiada tiver entre seus membros alguma pessoa com deficiência física, o valor salta para 19 salários. A isso o prefeito chama de “Kit Construção” e faz parte de uma promessa sua que se tornou programa de governo por meio do projeto habitacional “Lar da Nossa Gente”. A Secretaria Municipal de Habitação (Sehab) vai coordenador o vuco-vuco, que fez tanto os desprovidos de lar quanto os donos de casa de materiais de construção ficarem ensandecidos com a boa fofoca anunciada via Decreto nº 1.384, datado de quarta (2), mas só popularizado hoje.

ENFERMAGEM NA UFRA

Agora está nas mãos de Deus e das avaliadoras do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) os rumos do curso de Enfermagem que a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) pretende implantar na Capital do Minério. A comissão do Inep esteve no município na semana passada. A Ufra fez tudo o que podia fazer, do ponto de vista burocrático, para trazer a graduação. Já a Prefeitura de Parauapebas, que poderia ter sido solidária às demandas da instituição, tirou o corpo fora, apesar dos apelos, inclusive neste Blog. De cara, as avaliadoras deixaram claro que o campus local não tem estrutura para receber o curso. No entanto, nem tudo está perdido. Se, na concepção delas, tiver ficado claro que a prefeitura local poderá estender a mão à universidade, a avaliação poderá ser positiva e o curso sai. Agora é tentar “adivinhar” o que as inspetoras devem colocar no papel (e no sistema do MEC) como parecer final.

ENFERMAGEM NA UFRA 2

Muito sérias e com ar de poucos amigos, as avaliadoras do Inep — que passaram três dias aqui — tiveram contato com a vereadora Eliene Soares e a carismática enfermeira Leonice. Com esta última as inspetoras se abriram mais e ficaram encantadas com a receptividade da enfermeira, que teria feito papel brilhante de abre alas para mostrar à comissão a estrutura da rede pública de saúde, na qual os possíveis graduandos (caso o curso seja aprovado) vão estagiar. Quem sabe não é a simpatia da enfermeira Leonice que amolecerá os corações das avaliadoras do Inep e fará com que Parauapebas não perca o curso em meio à falta de interesse da prefeitura? O Blog teve sonho de um passarinho contando bem baixinho que o curso será aprovado, mas com ressalvas. Só resta aguardar o desfecho despertar.

COVID-19

Os casos de contaminação pelo Sars Cov 2 (novo coronavírus), que provoca a covid-19 continuam em alta em Parauapebas. Nos últimos sete dias (31/5 a 6/6) foram contabilizados 533 novos casos, além da morte de 10 pacientes com a doença. No total, Parauapebas já tem 50.723 casos de pacientes infectados pelo vírus, além de 415 óbitos registrados. Já são 49.069 os recuperados pelo sistema de saúde local. A taxa geral de ocupação de leitos no município (atualizada às 17h deste domingo) está em 63%, sendo que leitos de enfermaria SUS: 81%; UTI SUS: 79%; enfermarias particulares: 39%; UTI particular: 100%. A UPA está com atendimento exclusivo para pacientes portadores do vírus. O serviço é ofertado 24h.

UEPA

Parauapebas terá três novos cursos de graduação ofertados por meio da parceria entre a Prefeitura e a Universidade do Estado do Pará (Uepa). Os cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas, Licenciatura em Matemática e Engenharia de Software, ofertados por meio do Processo Seletivo Especial Parauapebas 2021, estão com inscrições abertas de 1º e 14 de junho. Estão sendo ofertadas 40 vagas para cada um dos cursos de licenciatura e 30 vagas para o de Engenharia de Software, totalizando 110 vagas. Para participar o candidato deve ter concluído o ensino médio (ou equivalente) e participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dos anos de 2018, 2019 ou 2020.

Intercâmbio

Uma equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) passou quatro dias na cidade de Limeira (SP), o maior polo de joias folheadas da América Latina. Na bagagem da equipe municipal, mais e novos conhecimentos sobre produção de joias, o mercado joalheiro, os desafios e as oportunidades do segmento. A Seden se prepara para executar um dos projetos do Programa Municipal de Investimentos (PMI): o de Gemas e Joias, voltado para a lapidação de pedras e produção de semijoias para venda nos mercados interno e externo.

DAM

A partir da última sexta-feira, 04, o Departamento de Arrecadação Municipal (DAM) da Prefeitura de Parauapebas voltou ao atendimento presencial, no horário das 8 às 14 horas. Para evitar aglomeração, o contribuinte precisa agendar o horário por telefone (99259-9115 (WhatsApp), 3346-8207 e 3346-8209) ou pelo e-mail dam.atendimentopresencial@parauapebas.pa.gov.br.

PIX

Para agilizar a vida das empresas em Parauapebas, o DAM decidiu adotar o PIX, para pagamento dos tributos. Neste primeiro momento o uso do aplicativo é para quem precisa de nota fiscal avulsa e para o Imposto Sobre Serviços (ISS).

Escolinhas

Iniciam na segunda-feira, 7 de junho as matrículas para as escolinhas esportivas da Secretaria de Esporte e Lazer (Semel). As modalidades atendem de crianças e adolescentes de 04 a 17 anos, 06 a 17 anos idade e a zumba é aberta ao público em geral. As inscrições seguem até 18 de junho e aulas estão previstas para o início de agosto de 2021.