Parauapebas

Procon de Parauapebas é reinaugurado

Após quatro meses de reformas, a sede do Procon de Parauapebas foi reinaugurada nesta terça-feira, 15, no bairro Rio Verde, em meio a elogios das autoridades presentes. O órgão, que atende entre 450 e 500 consumidores, por mês, no município, está mais confortável e adotou a acessibilidade para as pessoas com deficiência.

Assistindo a cerimônia de reinauguração encontrava-se a lavradora Francisca das Chagas Leite da Silva, que foi ali reclamar contra a empresa que nos últimos anos não sai do primeiro lugar no ranking das denúncias dos consumidores em Parauapebas: a Celpa.

Dona Francisca estava toda animada com o espaço renovado e por ver tanta gente importante ali: o procurador geral do município, Cláudio Moraes, representando o prefeito Darci Lermen; o presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Castilho, ao lado da também vereadora Joelma Leite; a secretária municipal de Obras, Silvana Faria; a coordenadora do Procon, Evellyn Moutinho; e Guilherme Melo, representando a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Parauapebas.

“Eu estou muito maravilhada, muito orgulhosa. Está muito bonito o espaço, gostoso, saudável. Quem não gosta de coisa bonita?!”, disse dona Francisca, que recebeu uma cobrança de quase R$ 12 mil da Celpa pela prática do famoso “gato”. O imóvel da lavradora fica na rua São Francisco, no bairro da Paz, e segundo dona Francisca sempre foi alugado. “Não sei quem fez esse gato. É muito dinheiro que estão me cobrando e vou ter que vender a casa para pagar”, preocupa-se a lavradora, que é aposentada e aluga a casa para complementar a renda.

Casos como o de dona Francisca, de cobrança abusiva, estão dentro das reclamações contra a Celpa que diariamente chegam ao Procon de Parauapebas. Depois da concessionária de energia, as agências bancárias e os loteamentos aparecem com os mais reclamados pelos consumidores. Por ano, o número total de reclamações chega a 5 mil. O ranking de 2018, das empresas e serviços mais reclamados, será divulgado em 15 de março, Dia do Consumidor.

Referência no Pará

No Pará, o Procon de Parauapebas é considerado referência de defesa do consumidor, segundo a coordenadora do órgão, Evellyn Moutinho, que assegura que quase 70% das reclamações formalizadas são solucionadas nas audiências ou pós-audiências. “Mensalmente, recebemos servidores de outros Procons, que vêm buscar capacitação aqui”, disse ela, que na cerimônia agradeceu pelo empenho dos 23 servidores do órgão e pelo “olhar especial” que a prefeitura tem lançado sobre a defesa da cidadania.

Neste ano, a prefeitura planeja investir na informatização do Procon, para melhor orientar os consumidores. “É inegável que precisamos fazer ainda mais melhorias na estrutura. A ideia é que continue (a melhoria) e se aperfeiçoe, como é o caso da informatização, que vamos implantar”, adiantou o procurador Cláudio Moraes.

Ao parabenizar o Procon “pela excelente estrutura”, o advogado Guilherme Melo destacou a parceria entre o órgão e a OAB, para garantir os direitos do consumidor, que muitas vezes se vê sozinho numa luta desigual com grandes empresas. “O consumidor precisa de um suporte, de um amparo muito maior da nossa parte porque lida com empresas com bancadas de grandes advogados”, observou ele.

E para fortalecer o Procon do município, os vereadores Luiz Castilho e Joelma Leite se colocaram à disposição do órgão, para proposições de emendas parlamentares que garantam a melhoria do prédio e o fortalecimento da defesa do consumidor no município.

Serviço: O Procon funciona das 8 às 14 horas na rua Araguaia, nº 40, bairro Rio Verde. Telefones para contato: 3346-7252/3346-7253. E-mail: procon@parauapebas.pa.gov.br.

Deixe seu comentário