Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Polícia Militar

Polícia Militar prende traficantes em Canaã e tarado em Parauapebas

Quatro homens flagrados com drogas e um tio desnaturado que tentou estuprar a sobrinha foram parar atrás das grades
Continua depois da publicidade

Operações da Polícia Militar realizadas ontem (21) em Canaã dos Carajás tiveram saldo positivo na luta contra o tráfico de entorpecentes na região. O primeiro flagrante se seu no Bairro dos Maranhenses, na Rua Projeto, quando Erinel da Vitória dos Santos procurou a PM para queixar-se de que seu celular havia sido roubado. Nas buscas, Marcos Hundinny Lima foi flagrado com o aparelho, que foi reconhecido pelo dono. Interrogado, ele disse que havia recebido o objeto de outra pessoa e informou o endereço. Na casa, a PM encontrou Francisco Eduardo Sousa, que guardava vários outros celulares, produtos eletrônicos, medicamento, espingarda e grande quantidade de crack. A dupla foi algemada e entregue da Delegacia de Polícia Civil.

Em seguida, no Residencial Canaã, na Quadra AC, Jaires Torres da Silva e André Anderson Nunes Serra foram flagrados portando 31 pedras de crack, cinco papelotes de maconha, quatro celulares e R$ 3.849,00. A Polícia Militar realizava Operação Saturação quando foi informada de que no endereço estaria ocorrendo venda de entorpecentes. Constatada a veracidade da denúncia, o acusados, a droga e o entorpecente também tiveram como destino a DP.

Veja também:  Líder de quadrilha que assaltou Bradesco de Jacundá é alvo da PM e Civil

Já em Parauapebas, uma guarnição da PM recebeu denúncia de um homem cuja esposa teria sofrido tentativa de estupro pelo próprio tio, Deivid Sousa Melo, 33 anos. No local, os policiais encontraram a mulher muito nervosa e chorando copiosamente. Ele denunciou que o tarado estava dentro da casa portando um revólver calibre 38, carregado. O acusado foi preso e levado também à Delegacia de Polícia.

Em Canaã, atuaram o tenente Guimarães e os sargentos Jean, Lusotsa e Averlã; os cabos Harlem e Cristian Douglas; e o soldado Francisco. Em Parauapebas, o sargento Severo e o soldado Leal tiraram o tarado de circulação.

Deixe uma resposta