Paysandu vence o Castanhal e assume de vez a liderança do Campeonato Paraense

A partida foi paralisada por mais de 30 minutos devido a forte chuva que alagou a Curuzu
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Debaixo de muita chuva no estádio da Curuzu, em Belém, o Payandu venceu o Castanhal, por 1 a 0, na manhã-tarde deste domingo (15/03), e assumiu de vez a liderança do Campeonato Paraense 2020. O gol único da partida foi marcado pelo atacante Deivid Souza, o primeiro gol do jogador com a camisa bicolor, aos nove minutos do 1° tempo.

Com a forte chuva que caiu no intervalo, o árbitro Joelson Silva dos Santos chegou até iniciar a etapa final, mas teve que paralisar o jogo por mais de 30 minutos, já que o gramado do estádio da Curuzu estava completamente alagado, sem condições para a prática do futebol.  Na volta para o jogo, o Castanhal perdeu dois jogadores expulsos de campo: João Leonardo e Eneilson. O Papão só administrou e saiu com a vitória em partida válida pela 8ª rodada do Parazão.

Com o resultado, o Paysandu lidera de forma isolada com 19 pontos, enquanto que o Castanhal segue em 3° lugar com 14 pontos somados. Na próxima rodada, a 9ª do estadual, o Papão encara o Paragominas, no sábado (21/03), às 16h, na Arena Verde, em Paragominas, enquanto que o Japiim da Estrada recebe o Tapajós, no domingo (22/03), às 10h, no Estádio Maximino Porpino, o Modelão, em Castanhal.

O jogo: Futebol ou polo aquático?

O Paysandu entrou em campo para encarar o Castanhal, carrasco bicolor na competição estadual. No jogo de ida, no estádio Mangueirão, o Japiim detonou os bicolores vencendo de virada, por 3 a 2, no dia do aniversário do Papão. Além do jogo da revanche para os donos da casa, a partida colocava em campo os dois melhores ataques da competição, Castanhal com 17 gols e Paysandu com 16 tentos assinalados.

A bola rolou com chuva no estádio da Curuzu. O Papão chegou primeiro, quando Luiz Felipe lançou para Vinícius Leite que dominou e chutou para a grande defesa do goleiro Paulo Henrique. Outra vez o time bicolor chegou pela direita, Tony cruzou e a bola passou pelo atacante Nicolas, na sobra Vinícius Leite disparou cruzado e novamente o goleiro Paulo Henrique salvou o Japiim.

Na terceira tentativa, o Papão chegou lá. Cobrança de falta na área, Nicolas cabeceou para a defesa de Paulo Henrique, o goleiro soltou a bola nos pés do atacante Deivid Souza, que sozinho mandou para o fundo do barbante, aos nove minutos do primeiro tempo. A imagem da TV que transmite o Parazão mostrou que o gol do Paysandu foi irregular, já que Deivid Souza estava impedido. O Castanhal deu a resposta, logo após escanteio cobrado por Fazendinha, Dioguinho cabeceou e parou na defesa do goleiro Gabriel Leite.

O Paysandu procurava achar espaço em campo. Em outra tentativa pela direita, Tony cruzou para Nicolas que cabeceou para a boa defesa de Paulo Henrique. Depois do lance, o Japiim começou a se encontrar em campo. Keoma lançou o lateral-esquerdo PC, que chegou batendo forte para o gol, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Pressão do Castanhal do final do primeiro tempo, em outra tentativa pela esquerda, PC driblou o marcador e rolou para o chute de Pecel, que pegou mal na bola, sobrando para Dioguinho emendar para o gol, o zagueiro Wesley Matos se atirou de carrinho salvando o Papão. Em outra chegada do Castanhal, Fazendinha recebeu passe de frente para o crime, mas chutou escorregando e a bola foi em cima do goleiro Gabriel Leite.

No 2° tempo, com dois minutos e meio de bola rolando, o árbitro Joelson Silva dos Santos, chamou seus auxiliares e os dois capitães e comunicou a paralisação da partida por conta da forte chuva que deixou o gramado da Curuzu completamente alagado. Após mais de 30 minutos de jogo parado e até com a desistência de alguns torcedores que deixaram o estádio, o árbitro reiniciou a partida.

Na volta para o jogo, em uma cobrança de escanteio, o atacante João Leonardo, o carrasco bicolor na partida de ida quando marcou dois gols relâmpagos, tentou marcar, mas usando a mão, a bola foi desviada e acertou a trave bicolor. O árbitro Joelson Silva dos Santos expulsou o atacante do Castanhal que tinha acabado de entrar no jogo e já havia recebido cartão amarelo. Mesmo com um a menos, o Japiim deu trabalho ao Papão. Fazendinha arrancou pela direita e cruzou, Pecel cabeceou e a bola foi desviada na hora “h” pela zaga do Paysandu.

Os bicolores deram o troco com Deivid Souza, que em uma arrancada, se livrou bem da marcação e chutou, o goleiro Paulo Henrique salvou para escanteio. O Castanhal voltou a assustar com Fazendinha, que cruzou para a cabeçada de Keoma, a bola subiu, mas passou perto da meta de Gabriel Leite. Em outra tentativa dos castanhalenses, PC insistiu pela esquerda e chutou, Gabriel Leite se virou e mandou para escanteio.

Já na reta final, Nicolas recebeu no meio da área e emendou de bicicleta, o goleiro Paulo Henrique defendeu bem para o Japiim. Como a bola não rolava, o meia PH do Papão, levantou lembrando futebol de areia e mandou um balaço de fora da área, mas passou longe da meta aurinegra. O lateral-direito Eneilson acertou um carrinho forte em PH e recebeu cartão vermelho, deixando o Castanhal com dois a menos em campo. Isso aos 93 minutos. Placar final: Paysandu 1 x 0 Castanhal.

Por Fábio Relvas / Foto: Jorge Luiz Totti

Publicidade