Paysandu e São Bento empatam com gol de pênalti no final do segundo tempo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas
Fotos: Fernando Torres/Ascom Paysandu

Foi no sufoco, mas o Paysandu segue invicto no Campeonato Brasileiro da Série B. Em partida realizada na tarde deste sábado (19), no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, o Papão ficou no empate, em 1 a 1, diante do São Bento-SP, em jogo válido pela sexta rodada da competição nacional. O resultado colocou o time bicolor no G4 da competição, com 12 pontos.

O time do interior paulista abriu o placar com o ex-bicolor Diogo Oliveira, que acertou um chute no ângulo, aos 15 minutos do primeiro tempo. O gol de empate do Papão só saiu aos 45 minutos do segundo tempo, em pênalti convertido pelo artilheiro Cassiano.

O próximo compromisso do Paysandu será contra o Avaí-SC, na sexta-feira (25), às 19h15, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

O jogo: Tudo igual na Curuzu

Embalado pelo título de bicampeão da Copa Verde no meio de semana, o Paysandu partiu para cima do adversário. O atacante Claudinho fez boa jogada individual e cruzou, mas ninguém do Papão chegou para finalizar o lance. Quem chegou para marcar foi o São Bento: o ex-bicolor Diogo Oliveira recebeu livre na direita e soltou o pé no ângulo do goleiro Renan Rocha, marcando um golaço na Curuzu, aos 15 minutos de jogo, 1 a 0.

A perigosa equipe do interior paulista foi para o ataque novamente quando Walterson recebeu na área e, mesmo marcado por Diego Ivo, conseguiu rolar para trás; Diogo Oliveira chegou batendo para a grande defesa do goleiro Renan Rocha. O time bicolor teve a chance na cobrança de falta de Thomaz, mas desta vez foi o goleiro Rodrigo Viana que apareceu bem salvando os paulistas.

Em outra jogada do time paraense, o atacante Claudinho deu uma de pivô para Thomaz, que chegou batendo de primeira e a bola passou assustando contra a meta do goleiro Rodrigo Viana. Aparecendo bem na partida, Thomaz cruzou na área para o toque de cabeça de Diego Ivo, mas a bola foi para fora. A torcida do Papão não gostou do rendimento da equipe e vaiou o time na descida para os vestiários.

Na segunda etapa, o time bicolor teve dificuldades de entrar na defesa adversária. Quem quase voltou a marcar foi o São Bento, novamente com o meia Diogo Oliveira, que conseguiu abrir espaço para chutar e mandou um bolaço; a bola ainda desviou na zaga do time paraense.

O Papão tentou chegar com Moisés, que cruzou para a boa defesa de Rodrigo Viana. Em uma falta cobrada por Pedro Carmona, o atacante Cassiano subiu para cabecear, mas a bola foi por cima da meta paulista.

O meia Pedro Carmona, que entrou no intervalo, pediu para sair e o técnico Dado Cavalcanti colocou o inglês Ryan Williams, que finalmente fez sua estreia com a camisa do Paysandu, para a vibração da Fiel Bicolor. O time paraense chegou com Moisés, que cruzou para a bicicleta do zagueiro Edimar; atento, o goleiro Rodrigo Viana fez a defesa. Se os atacantes não estavam resolvendo, os zagueiros do Papão começaram a se arriscar lá na frente. O inglês Ryan Williams abriu a jogada na esquerda e Diego Ivo mandou para o gol, mas a bola foi em cima do goleiro.

O Paysandu voltou ao ataque com Moisés, que deu passe para Thomaz, mas a bola bateu na mão do lateral-direito Éverton Silva e o árbitro Elmo Alves Resende Cunha, de Goiás, assinalou pênalti. O atacante Cassiano, artilheiro do Papão na temporada, cobrou no canto direito; o goleiro Rodrigo Viana tocou na bola, mas não evitou o empate, aos 45 minutos, 1 a 1, para a explosão da Fiel Bicolor na Curuzu.

O árbitro acrescentou mais cinco minutos. Em uma confusão entre os jogadores no meio de campo, o volante do Papão Renato Augusto, acabou recebendo cartão vermelho. Placar final: Paysandu 1 x 1 São Bento-SP.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Renan Rocha; Edimar, Perema (Pedro Carmona) (Ryan Williams) e Diego Ivo; Matheus Silva, Renato Augusto, Nando Carandina, Thomaz e Carlinhos (Moisés); Claudinho e Cassiano.
Técnico: Dado Cavalcanti

SÃO BENTO: Rodrigo Viana; Éverton Silva, Luizão, Douglas Assis e Paulinho; Fábio Bahia, Dudu Vieira, Doriva e Diogo Oliveira (Lucas Crispim); Walterson e Zé Roberto.
Técnico: Paulo Roberto Santos

Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Edson Antônio de Sousa (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO)

Cartões amarelos: Thomaz, Nando Carandina e Claudinho (Paysandu); Zé Roberto, Paulinho, Walterson, Doriva, Dudu Vieira e Lucas Crispim (São Bento)
Cartão vermelho: Renato Augusto (Paysandu)
Gols: Diogo Oliveira, aos 15 minutos do 1° tempo para o São Bento; Cassiano, de pênalti, aos 45 minutos do 2° tempo para o Paysandu

Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém
Renda: R$ 88.665,00
Pagantes: 5.331
Sócio Bicolor: 3.000
Credenciados: 1.490
Total: 6.821