Pauta Cidadã responde

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Darci Lermen, em resposta ao post feito aqui intitulado “Programa Café com o prefeito 05/10/2009”, em que este blogger tece comentário sobre frase veiculada durante o programa de rádio da última segunda-feira:

“Somente nesta quarta-feira, 7, na correria dos gabinetes aqui de Brasília, sou informado, pelo telefone, de comentário despretensioso feito por mim durante programa de rádio na última segunda-feira, causador de desconforto entre alguns blogueiros do município.

Recapitulando, o fato teria ocorrido no momento em falei sobre o Pauta Cidadã, este blog de minha autoria, pedindo aos internautas do município que procurassem visitá-lo. Quando expressei a frase segundo a qual este blog não trata de picuinhas, o fiz sem qualquer intenção de etiquetar algum blogueiro local com essa classificação.

Muito pelo contrário. Pontuei a preocupação que tenho aqui neste espaço de fiscalizar sempre meus posicionamentos para evitar cair no lugar comum. Distante de mim, direcionar a expressão a algum autor de blog de Parauapebas ou de qualquer outra localidade.

Tenho maior respeito pelos blogueiros, que usam este espaço da blogosfera postando informações de suas localidades e opiniões pessoais a respeito deste ou daquele assunto.

Com a popularização dos blogs, qualquer pessoa tem à sua disposição uma excelente ferramenta, de fácil utilização, para divulgar as informações que desejar.

Mas como sei que, como qualquer tecnologia, os blogs podem ser bem ou mal empregados por quem os utiliza, defendo o perfil do Pauta Cidadã voltado exclusivamente aos debates de temas que nos interessam, sem preocupações com os fatos banais.

Tanto quanto eu, os colegas blogueiros de Parauapebas sabem que, além de servirem como ferramenta para a divulgação de informações importantes, os blogs também podem ser utilizados para violar os direitos de personalidade, tais como a honra, a imagem, o nome e a vida privada de terceiros. E isso não podemos defender.

E nem incentivar quem quer seja blogar picuinhas.

Nenhum blogueiro pode ignorar que, em regra, nossos posts e comentários podem ser vistos por qualquer pessoa que tenha acesso à web, o que potencializa os efeitos de eventuais ofensas perpetradas. Isso porque a informação permanece à disposição de qualquer interessado não apenas no momento em que é disponibilizada, mas também posteriormente, nos arquivos do blog.

Portanto, o comentário, repito, despretensioso, feito no programa de rádio, referiu-se especificamente à política editorial do Pauta Cidadã, que realmente não foi criado para gerar picuinhas.”

Publicidade