No Pará, Exército presta apoio logístico à interiorização de imigrantes venezuelanos

A ação é comandada pelo 8º Depósito de Suprimentos do EB, em Belém
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

No período de 27 de janeiro a 23 de fevereiro, o 8° Depósito de Suprimento do Exército Brasileiro está apoiando em transporte terrestre os imigrantes venezuelanos em Belém (PA), oriundos de Boa Vista (RR), com destino final a outras cidades brasileiras.

Em 27 de janeiro, a capital paraense recebeu o primeiro grupo de interiorizados do ano de 2020, composto por 49 imigrantes, entre eles sete crianças na faixa etária entre 0 e 2 anos. Nesse mesmo dia foi inaugurado o alojamento de trânsito para imigrantes (DEJOBE). Com isso, Belém passa a fazer parte de uma estratégia do governo federal, em conjunto com as Forças Armadas, possibilitando a consolidação de 12 alojamentos de trânsito no Brasil, coincidindo com as 12 Regiões Militares, para potencializar a interiorização e reduzir a pressão migratória existente em Roraima.

Essa cooperação interagências é coordenada pelo governo federal, com o auxílio das Forças Armadas e agências da ONU, como a Organização Internacional para Migração (OIM), entre outras agências e entidades colaboradoras, como a DEJOBE, que é vinculada à Assembleia de Deus.

Fonte: Assessoria de imprensa do 8º DS do Exército Brasileiro

Publicidade