Não há farsa na aquisição de testes rápidos pela prefeitura de Parauapebas

Postagem esclarece e ratifica informação divulgada aqui no Blog
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Há, no mundo, todo tipo de jornalismo. Com o advento da Internet, e consequentemente a aproximação da população com as notícias, através de portais, Blogs e redes sociais, disseminar conteúdo nunca foi tão fácil. O problema é que qualquer sujeito, munido de um computador e com mínimo de conhecimento, se faz passar por jornalista e tenta angariar leitores, muitas vezes prolatando matérias de cunho político, que em ano eleitoral tem grande procura.

A rica cidade de Parauapebas tem, sabe-se lá, dezenas de Blogs. Todos buscam informar a população ou propor ideias, ações e pensamentos relativos a situações vivenciadas pelo autor no que pese à relação entre munícipes e governo ou sociedade civil organizada.

Alguns desses Blogs não vingaram, outros permanecem firmes e fortes no objetivo traçado: o de bem informar.

Hoje o Blog do Zé Dudu informou mais cedo que a Secretaria de Saúde de Parauapebas iria dar início à utilização dos testes rápidos adquiridos junto a empresa Methabio Farmacêutica do Brasil Ltda, uma empresa distribuidora de medicamentos e materiais hospitalares que está há 13 anos no mercado, A matéria, que teve o objetivo de mostrar aos leitores que Parauapebas saiu na frente na aquisição dos testes, traz em seu corpo imagem da publicação do Extrato do Contrato no Diário Oficial, o que comprova a compra e desmistifica uma suposta confusão que rodava nas redes sociais de que estes testes seriam doados pelo governo federal.

Mesmo após a publicação, um Blog cujo o autor reside em Brasília e, portanto, sabe das coisas locais através de grupos de WhatsApp, insiste em afirmar que a informação divulgada pelo Blog do Zé Dudu é uma farsa. A postagem do aziago blog candango faz a mirabolante afirmação de que o Ministério da Saúde havia desmentido o secretário de saúde de Parauapebas, Gilberto Laranjeiras, e prefeito Darci Lermen. E afirma, ainda, que o governo de Parauapebas pode ter montado uma farsa, utilizando da pandemia provocada pelo novo coronavírus para aproveitar-se politicamente.

Para dar robustez à sua publicação, o Blog apresenta recorte de uma matéria do G1 informando que o Brasil havia recebido 500 mil testes rápidos, fruto de uma doação da Mineradora Vale e, ainda, que o ministro havia informado que os testes passariam por uma verificação antes de serem distribuídos.

Segundo a Vale, a doação é uma forma de ajudar o governo brasileiro no combate à disseminação da doença no país. Ela informou que está usando sua rede de logística na Ásia para trazer insumos ao Brasil. A mineradora comprou 5 milhões de testes, e a 4,5 milhões de unidades restantes serão entregues à empresa pelo fornecedor ao longo do mês de abril.

Há de esclarecer, para que o leitor do Blog do Zé Dudu não fique em dúvida, que os testes adquiridos pela prefeitura de Parauapebas nada tem a ver com os testes doados pela Vale ao governo brasileiro. Alguns desses testes doados pela mineradora e distribuídos aos estados pelo governo federal certamente deverão chegar a Parauapebas, mas, sabe-se lá quando. Por isso a importância da compra realizada pela PMP. No mais, é política barata e falta de informação. E nessa seara o Blog do Zé Dudu não embarca.

Para ratificar as informações do Blog do Zé Dudu, seguem abaixo imagens colhidas hoje pela manhã em uma Unidade de Saúde do município onde os profissionais da Semsa passaram por capacitação e qualificação e fizeram o teste rápido para o novo coronavírus para poderem servir à população de Parauapebas com segurança.

A partir das 14 horas de hoje (31) a Semsa irá iniciar a realização de testes em pacientes que apresentem sintomas do novo coronavírus, mas, por enquanto, apenas aos que apresentarem os sintomas há mais de 10 dias.

Publicidade