Redenção

MP de Redenção realiza II Ciclo de Debates sobre Agrotóxicos

Objetivo do evento foi esclarecer produtores rurais e a população em geral sobre os danos causados à saúde por esse tipo de produto

Aconteceu na manhã de ontem, quarta-feira (3), no auditório do Mistério Público Estadual, em Redenção, o II Ciclo de Debates sobre os Impactos Causados pelos Agrotóxicos. O evento reuniu varias autoridades, além de fazendeiros e agricultores da região do Araguaia. O evento foi realizado pela 5ª Vara da Promotoria de Justiça Agrária, do MPE-PA, e teve a participação dos promotores de Justiça Leonardo Caldas, Aurélio Lima do Nascimento, coordenador do Centro de Apoio Constitucional; Ilton Lima Moreira Júnior, coordenador do Polo de Redenção e da promotora Herena Neves Maués Corrêa de Melo, da Promotoria de Justiça Agraria de Redenção. 

De modo geral o debate tratou de questões relacionadas ao uso de agrotóxicos, a fim de gerar reflexões e ações coletivas causadas pelo produto. Durante a reunião foram debatidos como evitar e entender o que é o agrotóxico; e como orientar os produtores rurais e toda a população de Redenção sobre os malefícios que esse tipo de produto provoca no organismo humano. 

Segundo o promotor Leonardo Caldas, no município de Redenção, ao longo dos últimos anos, grandes áreas de vegetação têm sido desmatadas para a prática da agropecuária e, por esse motivo, foi proposta à implantação de um fórum regional de combate aos impactos dos agrotóxicos, abrangendo a 5ª Região Agraria, composta pelos 15 municípios do sul e sudeste do Estado.

“Este evento de hoje tem como objetivo fomentar a discussão sobre o uso dos agrotóxicos os seus malefícios, as reflexões sobre quais as causas e consequências do uso dos agrotóxicos, bem como também tem como objetivo fomentar a discursão sobre a implementação de um fórum regional de combate aos agrotóxicos”, disse ele.

Segundo o MPE-PA, O impacto dos agrotóxicos deve ser discutido não só pelo órgão, mas pela sociedade como um todo, principalmente fazendeiros e agricultores que muitas vezes utilizam esse produto como forma de poder eliminar pragas ou outro mal que ameace sua plantação.

Além de fazendeiros e agricultores, participarem do o II Ciclo de Debates sobre os Impactos Causados pelos Agrotóxico servidores do MPPA, representantes e servidores de instituições vinculadas ao tema, sindicatos, agências reguladoras, alunos de universidades e faculdades e professores universitários, entre outros interessados no assunto.

Deixe seu comentário