Mercado paraense de venda de automóveis tem crescimento em março

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O crescimento pode ser visto como um presságio de recuperação, segundo o Sincodiv PA/AP.

O mercado paraense somou elevação de 37,03% nos emplacamentos em março sobre fevereiro deste ano. Nessa base de comparação, nenhum segmento mostrou queda no último mês. Vale lembrar, no entanto, que março é um mês com mais dias e teve, inclusive, quatro dias úteis a mais que fevereiro.

Segundo o Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP), o crescimento pode ser visto como um presságio de recuperação. Nada impede que o setor se fortaleça nos próximos meses, mas o cenário desse ano é de queda. A retomada do crescimento, ainda que moderado, ocorrerá somente a partir de 2017.

É interessante ressaltar que em comparação com março do ano passado o segmento teve um crescimento de 4,79%. Não é considerável, mas já representa um fôlego para as concessionárias. No entanto, quando se analisa o acumulado do ano, a queda nas vendas permanece, com 10,96%.

Já o mercado nacional, em vendas totais, registrou alta de 28,44% em março na comparação com o mês anterior, com destaque para a elevação de 32,73% nas vendas de motos.

Projeções
Mesmo com a melhora das vendas, a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) não revisou as projeções para o ano, que se mantém em queda de 10%.

Acompanhe a análise por segmentos a seguir:

Mercado Paraense

Automóveis e comerciais leves – A soma dos emplacamentos dos segmentos de automóveis e comerciais leves atingiu, em março desse ano, 4.332 unidades, 808 a mais do que foi registrado em fevereiro, marcando alta de 22,93%.

No ano, já foram emplacadas 11.941 unidades, volume 3,76% inferior ao registrado no mesmo período de 2014.

Caminhões – O segmento de caminhões, no estado do Pará, teve no último mês uma alta de 11,97% em relação ao anterior. No acumulado do ano, 2015 está 31,40% acima dos volumes observados no mesmo período em 2014. É o setor que continua em destaque.

Ônibus – Já o setor de ônibus cresceu 2,44%. No acumulado houve uma queda de 39,13% em comparação com 2014.

Motocicletas – O mercado de duas rodas apresentou, neste mês de março, alta de 46,71% em relação ao mês de fevereiro. Na comparação em dias úteis, a elevação foi de 13,41%, lembrando que o mês três teve quatro dias úteis a mais que fevereiro.

O volume dos emplacamentos acumulados até então, em 2015, atingiu 21.040 unidades, 3.797 abaixo do acumulado no mesmo período de 2014, o que representa queda de 15,29%.

Mercado nacional

Automóveis e comerciais leves – O volume nacional dos emplacamentos destes segmentos em março registrou subida de 26,38% em relação ao volume de emplacamentos de fevereiro. Na comparação com a média dos dias úteis, março teve alta de 2,31%. Na comparação com o volume acumulado, 2015 está 16,23% abaixo do mesmo período do ano anterior.

Caminhões – O mercado de caminhões marcou alta de 25,76% em números absolutos, em comparação com o mês anterior. No ano, a soma dos emplacamentos de caminhões 19.351 unidades, contra 30.313 em igual período de 2014, registrando assim queda de 29,58%.

Ônibus – O setor vendeu 2.196 unidades, representando 11,59% de crescimento. No acumulado do ano foram 6.393 unidades vendidas, mesmo assim representando uma queda de 23,19% em comparação com 2014.

Motocicletas – O segmento nacional de duas rodas apresentou descida de 32,73% em março em relação ao mês anterior. Na comparação com dias úteis a alta foi de 7,45%. Em 2015 estamos acumulando uma queda de 10,52% na comparação com igual período de 2014.

Publicidade