Marabá

Marabá vai comprar medicamentos de uso contínuo para pacientes do SUS

O prefeito de Marabá, Tião Miranda, vai investir R$ 3 milhões na contratação de drogaria para fornecimento de medicamentos que atendam às necessidades do Fundo Municipal de Saúde. A prioridade são os pacientes que utilizam medicamentos de uso contínuo, cadastrados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), atendidos em hospitais, postos de saúde e centros especializados do município. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu.

No próximo dia 21, uma terça-feira, será realizado o registro de preços para efetivar a contratação da empresa; o edital do processo pode ser acompanhado aqui. Em justificativa assinada pelo titular da SMS, Luciano Lopes Dias, a prefeitura não abre mão de que a empresa contratada tenha sede em Marabá. Essa exigência, segundo o governo, vai facilitar a fiscalização do serviço, bem como estimular a economia marabaense, gerando cadeia de valor mediante contratação de mão de obra e movimentação de renda por meio de massa salarial.

Além disso, a medida evita que o município de Marabá passe por experiências anteriores que foram frustrantes, em que empresas de fora ganharam contratos, mas acabaram deixando a prestação de serviços pela metade, prejudicando a população.

“É oportuno ressaltar aqui a responsabilidade que tem o poder público de indenizar as pessoas que sofrem alguma sequela em razão da falta de atendimento médico ou fornecimento de remédios no tempo oportuno para evitar danos ao próprio corpo,” reconhece a prefeitura, em justificativa para abertura do procedimento.

Atualmente, Marabá tem população direta usuária do SUS composta por 250 mil pacientes. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), 30.420 marabaenses eram, em março deste ano, beneficiários de planos de saúde.

Deixe seu comentário