Marabá: farmácias e drogarias fazem novo acordo com MPE para plantões 24 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

imageDiante da falta de voluntários, a SMS – Secretaria Municipal de Saúde/Divisa – Divisão de Vigilância Sanitária –, determinou no fim do ano passado o quadro do plantão 24 horas para todas as farmácias e drogarias da área urbana de Marabá. A medida gerou reclamação geral dos donos desses estabelecimentos, alegando dificuldades estruturais e prejuízos para manter o plantão. Diante do impasse, o Ministério Público do Estado (MPE) convocou os envolvidos para uma segunda reunião, na manhã de segunda-feira (27), quando somente três drogarias optaram, espontaneamente, pelo plantão 24 horas.

Segundo a enfermeira Ruth Chaves, coordenadora da Divisa, a nova ata da região de trabalho, originada com a participação de mais de 50 representantes de farmácias e drogarias, SMS, Conselho Regional de Farmácias e MPE, resultou no voluntariado dos seguintes estabelecimentos: Drogaria São Félix e Farmácia Pharma Vida, localizadas na Avenida Nagib Mutran, funcionarão no regime 24 horas alternadamente, ou seja, uma a cada dia; e Farmácia Cristo Rei, no núcleo Nova Marabá.

Os demais estabelecimentos farmacêuticos, de acordo com Ruth, optaram por abrir ao público até às 21 horas, todos os dias. Dentre as alegações para não entrar no plantão 24 horas estão: falta de segurança, necessidade de construção de grade protetora com abertura para atendimento à clientela; custo adicional com pessoal, incluindo farmacêutico; e o baixo faturamento.

Ruth Chaves informou ainda que, embora não seja a quantidade ideal, porque o município precisaria de aproximadamente sete estabelecimentos no regime 24 horas, o novo acordo foi bom para todos, porque não é intenção da Divisa causar prejuízo a ninguém. “Um proprietário de farmácia disse ter faturado somente 20 reais numa noite inteira. Só vendeu Engov durante a madrugada”.