Léo Goiano faz mistério quanto à escalação do PFC que encara o Paysandu na Curuzu

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Por Fábio Relvas

A delegação do Parauapebas Futebol Clube (PFC) já se encontra na capital Belém para a estreia no Campeonato Paraense de 2018, diante do Paysandu Sport Club. O time está concentrado em um hotel visando o grande duelo. Segundo informações da diretoria, o elenco do PFC vai seguir em Belém até o duelo contra o Cametá pela segunda rodada e depois volta para a capital do minério para encarar o Independente.

Na preparação para a estreia, o Gigante de Aço realizou dois jogos-treino contra a seleção local da cidade. No primeiro teste, 5 a 0 para o PFC no Complexo Esportivo, e no segundo desafio, 3 a 2 no estádio Rosenão. Os jogos serviram para o técnico Léo Goiano analisar o time. O atacante Monga foi bem no primeiro jogo e marcou três vezes, enquanto que Heliton, outro atacante, se destacou no segundo, deixando sua marca duas vezes.

O técnico Léo Goiano faz mistério quanto a escalação da onzena titular, mas praticamente definiu o Gigante de Aço para o confronto. A cúpula da equipe aguarda a regularização de jogadores, já que alguns nomes ainda não caíram no BID (Boletim Informativo Diário da CBF) e por tanto não estarão à disposição do comandante para a partida contra o Papão no estádio da Curuzu. São quatro baixas no time: o zagueiro Cris vai cumprir suspensão pela expulsão na final da Segundinha contra o Bragantino. O volante Gilberto está lesionado e também vai ficar de fora. O zagueiro Braga não foi regularizado para a partida de estreia.

O provável time do Parauapebas: Bruno; Tiago Baiano, Rodrigo, André Ribeiro e Rafinha; Max Carrasco, Wellington Cabeça, Augusto Recife, Ângelo e Evandro; Monga. Em relação ao volante Ricardo Capanema, o atleta pediu um tempo para a diretoria e técnico Léo Goiano para resolver problemas particulares, mas a contratação do atleta não foi descartada pelos dirigentes. O PFC realizou o último treinou hoje (16/01) à tarde na Escola Superior de Educação Física, no bairro do Marco, em Belém.

“Nós vamos enfrentar a equipe mais poderosa do campeonato, que tem a obrigação de ganhar a competição, tanto o Paysandu como o Remo, tem a disposição valores surreais comparados aos nossos, mas estamos trabalhando forte, trabalhando com muito critério, trabalhando com muita seriedade para que a gente possa montar um bom elenco. O Paysandu tem uma dinâmica de jogo construída, tem um elenco praticamente montado da Série B, mas estamos prontos”, afirmou Léo Goiano, técnico do PFC.

A partida entre Paysandu e Parauapebas será nesta quarta-feira (17/01), às 20h30, no estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. O árbitro será Dewson Fernando Freitas da Silva – FIFA, sendo auxiliado por Hélcio Araújo Neves e Rafael Ferreira Vieira. Joquetan Moreira Guimarães será o quarto-árbitro. Os ingressos estão à venda no valor de R$ 30.

Publicidade

Relacionados