Jovem de 20 anos executado a tiros em Parauapebas

A polícia investiga a execução de mais um jovem na cidade. A vítima, segundo conhecidos, não tinha envolvimento com a criminalidade, não gostava de confusão e era pessoa de bem
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

A delegada Yanna de Azevedo, da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, de Parauapebas, começou, na manhã desta sexta-feira (28), a ouvir testemunhas do assassinato do jovem Weverton Silva Nunes, de 20 anos, por volta de 1h20 da madrugada de hoje. O crime, cujo motivo ainda é desconhecido, aconteceu no Bairro Liberdade, na esquina das ruas Teotônio Vilela e Mato Grosso, cerca de 100 metros da casa do rapaz.

Consta que Weverton estava se divertindo na Praça de Eventos, no Bairro Cidade Nova, e, por volta de 1h se retirou, sendo seguido por um táxi e um casal – cuja mulher tinha os cabelos tingidos de vermelho – que estava numa motocicleta Honda Pop, vermelha.

De repente, segundo testemunhas, as pessoas da moto abordaram o rapaz e uma delas fez vários disparos o atingindo. Em seguida, a mulher de cabelos vermelhos desceu da garupa da moto e entrou no táxi, tendo os dois veículos, cujas placas não foram anotadas, desaparecido na madrugada.

Pessoas que conheciam Weverton Silva Nunes, que é natural de Parauapebas mesmo, dizem que ele estava desempregado, mas “não mexia com coisa errada” e “era pessoa de paz, não se metia em confusão nem mexia com ninguém”.

Publicidade

Relacionados