Jovem baleado na companhia de outros dois morre no Hospital Municipal

Tia esclarece que jovem baleado não pertence a facção criminosa e diz que ele estava no local errado, na hora errada
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Morreu, durante a tarde desta quinta-feira (6), no Hospital Municipal de Parauapebas, o jovem Thallyson Henrique da Silva Rodrigues, de 20 anos de idade. Ele foi baleado na noite desta quarta-feira (5), na Rua 5, no Bairro Vila Nova. Na ocasião, outras duas pessoas também foram feridas.

A primeira informação divulgada foi que a vítima pertenceria a uma facção criminosa, uma vez que os assassinos, após cometerem o crime, saíram gritando: “É o bonde, não passa nada”. Durante o ataque, o rapaz estava numa parada de van esperando o transporte público para se deslocar até uma célula religiosa.

Uma tia do rapaz, questionada se o sobrinho era membro de alguma facção, negou. “Ele era um menino muito tranquilo, respeitador; ele não tinha problema com ninguém. Infelizmente, fizeram maldade com ele, que estava no lugar e na hora errada, mas ele não faz parte de facção nenhuma. Ele nunca roubou, nunca matou, ele é um menino maravilhoso para todos nós da família,” relatou, bastante abalada, afirmando ainda que o jovem não tinha nenhuma passagem pela polícia.

A Divisão de Homicídios da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas já abriu inquérito policial para investigar mais esse crime. Em consulta ao Sistema de Segurança Pública, os policiais não encontraram nenhum registro negativo contra Thallysson Henrique. (Caetano Silva)

Publicidade