Jacundá: TJE autoriza abertura de igrejas e venda de bebidas alcoólicas até 21h

O prefeito Itonir Tavares entrou em entendimentos com o Judiciário e recebeu autorização para publicar novo decreto flexibilizando as medias de restrição
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

As igrejas do município de Jacundá comemoram a reabertura dos templos após decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE). Os donos de bares, restaurantes e lanchonetes também têm, motivo para comemorar: já podem vender bebidas alcoólicas até às 21h.

A flexibilização foi autorizada pelo Decreto Municipal 51/2021, após pedido do governo municipal ao Poder Judiciário, para a retomada das celebrações religiosas e ao aumento do horário dos bares e estabelecimentos similares.

 “Após um pedido de reconsideração, a Prefeitura de Jacundá conseguiu que o Tribunal de Justiça do Estado revisse a decisão de proibir a realização de cultos religiosos presenciais nos templos do município. No entanto, as regras previstas no Decreto Municipal n° 38/2021 continuam sendo obrigatórias para esse tipo de reunião”, detalha a administração municipal.

Os eventos religiosos deverão limitar o público a 50% da capacidade do espaço, manter distanciamento mínimo de 1,5 metros entres as pessoas, além de uso obrigatório de máscara e higienização pessoal.

“Entramos com esse pedido por entender que nesse momento de pandemia o bem estar espiritual também merece atenção. E as igrejas e templos religiosos têm papel fundamental nisso, sem se eximir da responsabilidade de prezar pelos cuidados também dentro dos seus espaços”, explicou o prefeito Itonir Tavares (PL).

Em relação aos bares, restaurantes e lanchonetes o horário de funcionamento está flexível. Antes era permitido até às 20h, agora vai até às 21h. A partir desse horário é permitido o atendimento por meio de delivery ou pegue-e-pague. A venda de bebida alcoólica está proibida entre 21h às 6h. (Antonio Barroso)

Publicidade