Homem não passa nem 24 horas em liberdade e retorna para delegacia de Parauapebas acusado de furtar botijão de gás

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Técio da Silva Botelho, de 24 anos, saiu da prisão ontem acusado de realizar assaltos a mão armada e hoje (28) já estava novamente na delegacia suspeito de furtar o botijão de gás do vizinho. Muito machucado, depois de ser linchado pela população, ele explicou que foi surpreendido por Diego Miranda com uma faca tomando satisfações de um furto no apartamento dele. “Ele me agrediu com uma faca, me acusando, mas eu não roubei nada”, disse o morador do Residencial Alto Bonito, prédio apelidado de “Céu Azul”, referência ao antigo bairro dos moradores.

A vítima, também morador no prédio do Céu Azul, afirmou que virou rotina os roubos no residencial. “De madrugada, por volta das 3 horas, esse morador, que saiu ontem da cadeia e é acostumado a roubar por lá, já até roubou a minha mãe, inclusive bateu nela, pegou meu botijão de gás e quando fui tomar satisfação ele me deu uma facada. E a polícia o prendeu. Vim até a delegacia porque me disseram que a PM estava me procurando, quis prestar satisfação, e até agora não encontrei meu botijão”, contou Diego Miranda.