Tucuruí

Fiscalização apreende mais de 1.200 quilos de pescado do Lago de Tucuruí

Operação realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-Bio), em parceira com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Militar, e as secretarias municipais de Meio Ambiente de Goianésia do Pará e Jacundá, resultou na apreensão de 1,2 tonelada de pescado neste final de semana.

A fiscalização de combate à pesca ilegal, já que a região está no período de defeso, teve início na sexta-feira (8). Segundo o secretário de Meio Ambiente e Turismo de Jacundá, Johnny Araújo Oliveira, uma equipe de 20 pessoas participou da operação que aconteceu no lago da Hidrelétrica de Tucuruí, nas regiões dos municípios de Jacundá e Goianésia do Pará, ambos no sudeste paraense.

Os peixes estavam acondicionados em caixas de isopor escondidas no meio do mato em uma ilha. “Além do pescado ilegal, encontramos também redes de captura de peixe e outros apetrechos utilizados pelos pescadores que insistem em pescar fora do período permitido”, explica o secretário. Redes e caixas de isopor foram destruídas. Nenhum pescador foi encontrado durante a fiscalização.

O defeso é o período de reprodução dos peixes. “A pesca nessa época impossibilita a desova e reprodução das espécies do lago, o que irá ocasionar, ao longo dos anos, a inexistência ou redução significativa dos números de espécies no Lago de Tucuruí”, disse o prefeito Ismael Barbosa, de Jacundá, onde os peixes foram distribuídos para moradores dos bairros Buriti e Vila Rasteiro.

Deixe seu comentário