Parauapebas

Finalmente, mudança na ASCOM

Alexandre Magno Maia Rosa (foto) não está mais a frente da Assessoria de Comunicação Social de Parauapebas. Ele deixou o cargo no final da semana passada depois de uma desastrosa …

Alexandre ASCOM Alexandre Magno Maia Rosa (foto) não está mais a frente da Assessoria de Comunicação Social de Parauapebas. Ele deixou o cargo no final da semana passada depois de uma desastrosa passagem.

O novo diretor da ASCOM, Paulo Uchoa, já assumiu o cargo.

Manter relações com a mídia, uniformizar a identidade visual da Prefeitura, produzir peças publicitárias para a mídia conforme as necessidades e interesse do Município serão as metas do novo diretor.

Ou seja, fará o trivial, coisa que Alexandre nunca fez e se as coisas por lá ainda andavam era graças a competência dos bons funcionários que lá estão.

15 comentários em “Finalmente, mudança na ASCOM

  1. Mariana Responder

    Caro Por Dentro,
    Não tenho interesse nenhum para defender o Alexandre. Apenas estive bem próxima e posso falar com propriedade. Interesse tem quem ainda defende o governo e quem está a frente dele. Aliás, interesse, não, falta de brio na cara!

  2. Por dentro Responder

    Concordo com vc Zé!
    Esse Alexandre é um despreparado!
    Um amador!
    Só estava a frente da Ascom por comodidade, encosto. Usufruindo de “poderes”, do cargo: Viagens aereas pra Minas, carro da pmp para uso particular, etc
    Quem o defende não o julga por competência, e sim por interesse.
    Esse cara é/era um perdidão.
    Menos um “faz de conta” pra prefeitura.
    Que venha 2012, vamos enxotar essa tralha da nossa cidade.

  3. Zé Baiano Responder

    Soube através de muitos sobre a impossibilidade de trabalho do Alexandre à frente do órgao, sempre de pires na mao. A ASCOM que deveria ser um instrumento de política desde o início do Governo Cidadao, foi sumariamente esvaziada tao logo assumiu o Alexandrea. Mas de uma coisa fiquemos ou convictos: o Alexandre nao se locupletou! saiu limpo! de cabeca erguida!

  4. Bode Responder

    Caro Zé, vc sabe quem sou. Não disse que vc quer a ASCOM, (nem queira), eu dise que se vc estivese lá não seria diferente, e sei e tenho certeza que o Uchoa não vai levantar as tais mil obras, primeiro pq elas não existem, e segundo porque este governo não tem memória, já fiz parte de uma secretaria que a relação de obras a fazer sumiu misteriosamente do “sistema”…
    Mas algo vai ser diferente com o Uchoa, mesmo pq as eleições se aproximam dia a dia… então algo tem que ser mostrado, é so isso. valeu.

  5. Marcyne Paula Responder

    Caro Zé,

    Gostaria eu que fosse tão fácil como muitos pensam, mas não acho que seja hora de procurar “judas” para se malhar. Acho que é hora de agradecer o Alexandre como um bravo fenômeno, que saiu mesmo sem o último gol. E abraçar o Uchoa como o nosso futuro Neymar!

  6. Mariana Responder

    Tive o prazer de trabalhar com o Alexandre por quase 2 anos e sei que ele nunca teve culpa da Ascom nao funcionar. A principal tentativa sempre foi padronizar o discurso, coisa impossivel diante a tantas desculpas por nao fazer ou mal fazer. No governo Darci, tirando a Cultura depois de Claudio Feitosa, nao há do que se falar para uma assessoria de comunicacao. Boa sorte pro Uchoa. Tomara que ele tenha a paciencia do Alexandre pra nao sair correndo nos primeiros quinze minutos.

  7. Mais do Mesmo Responder

    Eu tive oportunidade de trabalhar na ASCOM com o Alexandre e discordo do discurso ácido (e antigo) do blogger com relação ao mesmo.

    Trabalhar para divulgar as ações deste governo e ainda fazer parecer que trabalhou deve mesmo ser uma tarefa hercúlea.

    Uniformizar o discurso num governo em que alguns secretários parecem mandar mais que o prefeito, também não é tarefa das mais digestas, eu creio.

    A grande tarefa da ASCOM no primeiro mandato do Darci era o de pagar aos jornais para falarem bem do Governo Cidadão. No segundo mandato, o Darci resolveu mandar até eles (os donos de jornais) às favas e assim, a ASCOM ficou realmente sem função.

    Dar visibilidade às ações (!) do governo é brincadeira, caro blogger. Você deveria saber disso. Até o seu reloginho que marcava o tempo que faltava para a cidade ter internet grátis, você só se referia ao prefeito como o homem que não trabalhava, que não cumpria o que prometia, que não parava na cidade; mas o capitalismo é realmente uma benção, hein? ^^

  8. anonimo Responder

    Se quando assume uma pessoa que conhece a realidade do município, a cara do nosso povo, fica difícil fazer o processo andar… imagine vindo um de fora. É sempre assim, o governo acredita que santo de fora faz o melhor milagre. Veremos.

  9. bode Responder

    Engraçado, se fosse vc, zé dudu, que estivesse a frente da ASCOM, daria no mesmo, porque qualquer órgão necessita do endosso do chefe, no caso, o prefeitinho Darci. As outras secretarias boicotam o trabalho da ASCOM, o Darci finge que não sabe e ele e seu chefe de gabinete não tem noticias boas pra dar a população, então, fica assim, o orgão ta lá, mas não funciona a contento, assim como voce disse que deveria funcionar. Bora ver o proximo…

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Caro Bode,

      Jamais, em hipótese alguma pretendi estar no lugar do Alexandre. Mas, se estivesse, pediria pra sair imediatamente se as condições fossem as apresentadas por você.

  10. Marcos Ribeiro Responder

    Concordo, o Alexandre é só mais um que não conseguiu trabalhar, a começar pelo darci, depois joão fontana, eles não querem nem saber de midia, comunicação, vai comunicar o que, a ponta caída, o asfalto mal feito, a falta de pavimentação das ruas, a falta de água, não interessa a eles, o negocio é fingir que faz algo. e de que tipo de relação com a midia esta falando, infelismente esta não retrata a real situaçao caotica do municipio. Sobre a uniformização da identidade visual, isso nunca foi possivel desde 2005, onde cada secretario se achava um prefeito, e o maior deles, o que realmente deveria ser prefeito, nunca foi, digo e afirmo. O EXEMPLO TEM E DEVE VIR DE CIMA MEU CARO, se não há comando, não há comandados, é torre de babel.

  11. Carlinho Responder

    Atribuir a culpa ao Alexandre é simplificar demais as coisas.Afinal, O Marcel passou por lá, o Claudio Feitosa passou por lá e as coisas não andaram do mesmo jeito.
    O problema é mais em cima, com reflexos sobre a atuação dos secretários até o mais humilde ASG. A administração municipal é uma medusa com muitas desarticuladas cabeças.É uma babel, um amontoado de feudos sem qualquer comunicaçao entre sí.
    O alexandre teve o mesmo fim do gaucho Delmar,do Andre Farias, do Iitamarzinho e alguns mais que, como ele, vieram cheio de boas intenções mas sem qualquer aptidao para encarar o sistemazinho cruel e selvagem capitaneado pelos margalhos da vida.

Deixe seu comentário