Parauapebas

Exames para CNH serão monitorados por câmeras em Parauapebas

O anúncio foi feito pelo diretor regional do órgão, em entrevista ao Blog do Zedudu, quando ele antecipou também que as CNHs e a documentação de veículos serão impressos na própria cidade

O gerente Regional do Detran em Parauapebas, Lucivaldo Araújo de Sousa, está ultimando os preparativos a fim de que, muito em breve, os exames para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passem a ser monitorados e gravados em vídeo, como já acontece em mais de 10 Estados, de acordo com Portaria do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) datada de 2014. Para isso, uma área atrás da sede do órgão, localizada no mesmo terreno, já foi preparada para o exame prático de direção de motocicletas; e a empresa que vai fazer o monitoramento, contratada por meio de licitação.

Os exames práticos para a condução de carros, realizados nas vias públicas, também serão monitorados, mas por câmeras instaladas dentro dos veículos. “Estamos também com uma sala pronta para que seja instalada a gráfica e, assim, os documentos de veículos e CNHs ­­- primeira habilitação, renovação e mudança de categoria – de Parauapebas sejam impressos aqui”, informou ele ao Blog do Zé Dudu.

“Estamos indo pela terceira vez esta semana a Belém, para nos reunirmos novamente com os nossos diretores, a fim de que possamos trazer a gráfica para cá e o documento seja impresso aqui. Então, o condutor, quando pagar o documento do seu veículo, em menos de 72 horas, estará com a sua documentação em mãos”, detalhou.

Do mesmo modo, segundo Lucivaldo, quando o candidato à CNH concluir o processo, em menos de 72 horas estará com o documento. Ele poderá, inclusive, acompanhar o andamento, pelo site do Detran. “Vamos nos reunir com os nossos examinadores para que, diariamente, os exames sejam cadastrados no sistema a fim de que não haja demora no processo, quanto mais a gente acelerar esse andamento, mais rapidamente o candidato estará com a CNH nas mãos”, antecipou.

Lucivaldo de Sousa lembra que, quando assumiu o órgão, em 18 de janeiro passado, havia quase 2 mil processos de CNH prontos para impressão, mas que precisavam passar por conferência e alguns ajustes, antes que fossem encaminhadas para a gráfica.

“Como a agência tinha uma dificuldade, devido à falta de funcionários, demos uma acelerada conseguimos mandar no primeiro mês quase 3 mil habilitações para a impressão. E temos mandado, toda semana, quase 700 processos de CNH, entre primeira habilitação, renovação e mudança de categoria”, destaca ele.

Lucivaldo conta que esteve em Belém num primeiro momento, em conversa com a direção-geral do Detran e teve a garantia de que todos os meses uma equipe de atendentes viria da capital para ajudar no atendimento, o que de fato vem acontecendo: “Aí, a gente soma com a nossa mão de obra local e estamos trabalhando incansavelmente para sanar as pendências dos condutores e ligando para os candidatos, pois, há muitos processos em andamento”.

“Eu faço aqui um alerta, para quem já concluiu o seu processo há mais de 30 dias e não recebeu a CNH, que procure a agência do Detran com seus documentos pessoais e o comprovante de endereço. Se tiver alguma pendência, a gente sana e já manda para a gráfica para impressão”, recomenda o gerente do Detran.

Ele reforça que está empenhado ao máximo para reformar o prédio e trazer logo a gráfica para Parauapebas: “A partir do momento em que a gráfica estiver instalada aqui dentro da agência, irá facilitar a vida do usuário. O condutor pagou seu licenciamento, em menos de 72 horas estará com a sua documentação em dia e em mãos”.

Deixe seu comentário