Pará

Empresa indiana recebe licença do Ibama para a construção de mais de 1,8 mil km de linhas de transmissão no PA e TO

O projeto – no Pará e Tocantins – prevê a geração de 5.500 empregos no início de sua implantação e 8 mil no auge da operação. Em Curionópolis, por exemplo, estima-se a abertura de mil empregos

A empresa indiana Sterlite Power recebeu a Licença Prévia do IBAMA para o projeto Novo Estado, um dos maiores da companhia no país e que abrange diversos municípios no Pará e em Tocantins.

O projeto, conquistado no leilão da ANEEL de dezembro de 2017, contempla 1.831 km de linhas de transmissão, 4 mil torres e 32.000 km de cabos que vão contribuir para a expansão das interligações Norte-Sudeste e Norte-Nordeste, além de parte do escoamento de energia da UHE Belo Monte. Concedida na fase preliminar de planejamento e menos de um ano desde a assinatura da concessão, a licença aprova a localização e concepção do projeto, atestando sua viabilidade ambiental e estabelecendo os requisitos básicos e condicionantes nas próximas fases de sua implementação.

Emprego

O projeto  prevê a geração de 5.500 empregos, no início de sua implantação e 8 mil no auge da operação.

Os postos de trabalho serão criados nos municípios de Anapu, Pacajá, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu, Curionópolis, Parauapebas, Itupiranga, Novo Repartimento, Marabá, Eldorado do Carajás, Floresta do Araguaia, Rio Maria, Sapucaia e Xinguara,  no Pará,  e Araguaína, Arapoema, Bandeirantes do Tocantins, Pau D’arco, Bernardo Sayão, Brasilândia do Tocantins, Colmeia, Fortaleza do Tabocão, Guaraí, Itaporã do Tocantins, Miranorte, Pequizeiro, Presidente Kennedy e Rio dos Bois, no Tocantins.

Em Curionópolis, por exemplo, onde será construída uma das subestações, estima-se a abertura de mais de mil posições de trabalho. (Com informações da PetroNotícias)