Dupla sai para tocar o terror e vai parar na pedra do IML

Após fazer família refém em Canaã, assaltantes atiraram contra a PM e saíram com saldo negativo: dois a menos
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

“Sextou” em Canaã dos Carajás e as coisas não saíram como o planejado para dois jovens que, na fila da vida, escolheram o caminho que parecia mais fácil: o da criminalidade. Só que, no meio do caminho havia a PM. Tudo aconteceu graças à denúncia de um morador que testemunhou o momento em que, por volta das 19h, de sexta-feira (15), dois homens com atitudes suspeitas invadiram uma residência localizada no Parque Shalon.

Dentro do imóvel encontrava-se toda uma família que, sob a mira de pistola, foi feita refém enquanto os bandidos roubavam tudo o que era objeto de valor. A testemunha não pensou duas vezes e chamou a Policia Militar. Prontamente, o Cabo F. Castro e os soldados Dias e Lima, se deslocaram em viatura para o endereço informado.

Ao constatar que o carro da polícia se aproximava, a dupla, que portava duas pistolas, começou a efetuar disparos contra os policiais, os quais que revidaram à altura.  Na tentativa de escapar do isolamento da prisão, os dois fugiram, mas sem muito sucesso, pois os militares continuaram no encalço deles.

E foi no Bairro Paraíso das Águas que a situação ficou ainda mais tensa. Sem quererem se render, os assaltantes iniciaram-se uma nova troca de tiros, mas deu errado para eles: foram atingidos e morreram ali mesmo, longe de casa e durante uma movimentada noite de sexta-feira. A dupla não portava documento de identidade e, por esse motivo, a polícia investiga para saber quem são eles; ou aguarda a chegada de familiares.

Relacionados