Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Pará

Na reta final, Doxa e Ibope deixam pesquisas para governador no gatilho

Helder Barbalho (MDB) e Márcio Miranda (DEM) disputam a mais confortável cadeira do serviço público no estado.

Fortes emoções marcam a reta final da campanha para governador do Pará. Helder Barbalho (MDB) e Márcio Miranda (DEM) disputam a mais confortável cadeira do serviço público no estado. Um dos dois, a ser eleito no próximo domingo (28), vai decidir ações que impactam diretamente a vida de 8,6 milhões de paraenses a partir de 1º de janeiro de 2019, além de comandar uma receita orçamentária estimada em R$ 25,55 bilhões, conforme indica a Lei Orçamentária Anual (LOA) rascunhada pelo Governo do Estado.

Por um lado, até esta quinta-feira (25), Helder leva vantagem em todas as pesquisas de intenção de voto já divulgadas. Inclusive, na prática, a diferença de Barbalho sobre Miranda no primeiro turno das eleições foi de 669 mil votos. Todavia, é inegável o fato de que Márcio seja quem mais tenha crescido nas pesquisas de intenção de voto, saindo de um praticamente anonimato, na casa de 2% nas primeiras sondagens, para 30,2% dos votos válidos na apuração consolidada do primeiro turno.

De olho na dinâmica dos números, três institutos preparam pesquisas para soltar aos 45 do segundo tempo, com vistas a mostrar ao eleitor quem provavelmente pegará as chaves do Governo do Estado para dar as cartas entre 2019 e 2022. A temperatura eleitoral promete subir depois que os números vierem à tona, sendo os do Ibope e os da Doxa os mais aguardados.

Pesquisas

A empresa Real Time Big Data prevê divulgar amanhã, sexta-feira (26), uma pesquisa registrada sob número PA-05541/2018, bancada por ela mesma, em que 1.500 eleitores estão sendo ouvidos. A coleta está sendo feita hoje (25). A metodologia de sondagem aponta que o levantamento será feito por telefone.

No sábado (27), véspera do grande dia de decisão, será a vez dos institutos Ibope e Doxa divulgarem suas versões. Nas pesquisas anteriores, o Ibope vinha distanciando Helder de Márcio, dando vantagem ao candidato do MDB, enquanto a Doxa os aproxima, mostrando tendência progressiva e de virada em favor do candidato do DEM.

O levantamento do Ibope a ser divulgado neste sábado está registrado sob número PA-08333/2018 e foi contratado pela TV Liberal no valor de R$ 85.769. Estão sendo entrevistados 812 eleitores em municípios escolhidos por sorteio. A coleta de dados começou domingo (21) e segue até sábado.

Já a pesquisa da Doxa, registrada sob número PA-03131/2018, foi encomendada pela Gravasom ao custo de R$ 70 mil. A sondagem da Doxa ouvirá 1.896 eleitores, muito mais que o Ibope e a Real Time. A coleta começou ontem, quarta-feira (24), e segue até amanhã, havendo tempo para estratificação dos dados com calma, visando a minimizar o percentual de erros e eventuais inconsistências. O plano amostral da Doxa contempla entrevistas a eleitores em todas as mesorregiões do Pará.

Vale lembrar que domingo não haverá mais para onde correr: será eleito quem obtiver mais votos. O Pará tem 5,5 milhões de eleitores aptos e, no primeiro turno, 20% deixaram de comparecer às urnas.

Pará

TRE impõe multa de R$ 100 mil/dia à RBA se não conceder direito de resposta

Emissora dos Barbalho é acusada de realizar entrevista com Eder Mauro para tentar denegrir imagem de Márcio Miranda

Nesta quinta-feira, dia 25 de outubro, o juiz da Comissão de Propaganda do TRE-PA, Rui Frazão de Sousa, determinou que a Rede Brasil Amazônia de Comunicação Ltda (RBA TV) cumpra a decisão judicial e conceda direito de resposta à Coligação Majoritária em Defesa do Pará e Márcio Miranda. O magistrado entendeu que a acusada RBA transmitiu entrevista com o deputado federal Eder Mauro com o nítido propósito de tentar macular a imagem de Márcio Miranda, candidato ao governo do Estado.

A entrevista em questão foi exibida no dia 9 de outubro de 2018 (terça-feira) às 18h50, num programa local da emissora Bandeirantes por sua afiliada RBATV, denominado “Jornal RBA”, o qual transmitiu “matéria com nítido propósito eleitoral, com divulgação de “entrevista” de Eder Mauro, notório apoiador do candidato adversário), com ao seguinte teor: “(…) EDER MAURO: Esta noite foi morto mais um policial militar no ninho os Gordo do Aurá, líder de organização criminosa que eu já prendi mais de duas vezes, traficante faz parte. Minha gente esse é o retrato do que vive o Pará. Gordo do Aurá é um dos coordenadores da campanha de Márcio Miranda, ligado ao governo Jatene. Vocês querem Gordo do Aurá como secretário de segurança pública? Isso é brincadeira pro nosso estado do Pará, que já passa pelo que está passando. (…)

Mesmo após a decisão proferida no Plenário da Corte, a RBA TV não quis acatar a determinação do Tribunal Regional Eleitoral e tentou protelar, interpondo recurso, alegando que o mandado não foi acompanhado de todos os documentos necessários ao cumprimento da decisão. Mas a mesma Corte não concedeu provisão ao recurso, sendo determinada a intimação da emissora para que cumprisse imediatamente o constante na decisão do Pleno.

Por fim, o juiz Rui Frazão de Sousa deu ultimato à empresa dos Barbalho, ressaltando que os advogados da RBA TV estavam presentes na sessão de julgamento, saindo cientes do dever de cumprimento, afirmando que todos os documentos necessários para o cumprimento da decisão encontravam-se devidamente inseridos no processo eletrônico, não podendo se eximir por desconhecimento dos mesmos, tendo em vista que seus representantes legais possuem amplo acesso aos autos eletrônicos.

“Alerte-se que eventual descumprimento da medida, além de pagar multa majorada no valor de R$ 100.000,00 por dia de descumprimento e suspensão da transmissão da programação da televisão por 24 horas, configurará crime de desobediência.

Pará

TRE-PA concede direito de resposta a Márcio Miranda contra a RBA

Em entrevista veiculada pela emissora com o deputado federal reeleito delegado Eder Mauro, ele afirma que o traficante Gordo do Aurá é coordenador da campanha de Márcio Miranda

A guerra de propaganda e contrapropaganda, fake news e fatos concretos, acusações e defesas em que se transformou a corrida ao governo do Pará nestas eleições de 2018, teve mais um round na tarde desta quinta-feira (25). O Colegiado do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) julgou procedente o pedido de direito de resposta feito pelo candidato a governo do Estado Márcio Miranda (DEM), apoiado pela Coligação “Em Defesa do Pará” (DEM, PSDB, PDT, PSB, SOLIDARIEDADE, PRP, PMN, PRTB, PP) contra a Rede Brasil Amazônia de Televisão e o deputado federal reeleito delegado Eder Mauro Barra.

A Corte Eleitoral decidiu por conceder o pedido em razão de, no último dia 9, no programa “Jornal RBA”, a empresa de Comunicação ter veiculado entrevista com Eder Mauro, na qual ele afirma que o traficante Gordo do Aurá, “líder de associação criminosa”, preso duas vezes por ele, “é um dos coordenadores da campanha de Márcio Miranda ligado ao governo Jatene”, indagando, em seguida: “Vocês querem Gordo do Aurá como secretario de Segurança Publica?”.

Segundo Márcio Miranda e a Coligação o Pará em Boas Mãos, a matéria, sob forma de entrevista, teve o “nítido propósito eleitoral”.

Após a sessão, a Rede Brasil Amazônia de Televisão, em Belém, foi imediatamente intimada a cumprir o acordão, “sob pena de aplicação das cominações legais”.

eleição 2018

Segunda Pesquisa Doxa mostra Márcio mais próximo de Helder

A diferença entre os dois candidatos agora é de 5,5 pontos percentuais

A segunda pesquisa Doxa, divulgada neste domingo (21), com a intenção de votos para o 2º Turno das eleições ao Governo do Pará e para a Presidência da República, aponta Helder Barbalho (MDB) com 45,9% e Márcio Miranda (DEM) om 40,4%. Os indecisos somam 4,7% e os que pretendem votar branco ou anular o voto são 9,0%. Os percentuais apontam que a diferença entre Helder e Márcio caiu 5,5 pontos percentuais.

Os eleitores que não votam de forma alguma em Helder Barbalho somam 40,7%; 16,8% responderam que podem votar nele; 37.6% dizem ter certeza de que votarão nele; e 4,9% não sabem ou não responderam.

Quanto a Márcio Miranda, 35,6% responderam que não votam nele; 16,3% poderão votar em Márcio; 36,8% votarão nele com certeza; e 11,3% não sabem ou não responderam.

Para presidente, Jair Bolsonaro (PSL) está com 45,7% e Fernando Haddad ficou com 36,3%. Os indecisos são 5,9% e os que pretendem anular o voto ou votar em branco somam 12,1%.

A pesquisa foi encomendada pela Gravsom/Jornal a Província do Pará. registrada no TRE-PA sob o protocolo PA-09042/2018 e realizada no período de 17 a 20 de outubro com 1.896 eleitores, entrevistados nas seis mesorregiões do Estado. O nível de confiança utilizado é de 95% e a margem de erro estimada de 2,25% para mais ou para menos. 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.

Redenção

“Formiguinhas” querem receber pelo trabalho feito em Redenção

Mais de 60 homens e mulheres trabalharam na campanha de quatro candidatos, mas só receberam R$ 330,00 dos R$ 950,00 acertados quando foram contratados

Cerca de 40 pessoas se aglomeraram na manhã desta segunda-feira (15) em frente ao gabinete do prefeito Carlo Iavé de Araújo, em Redenção. Os trabalhadores, entre mulheres e homens, reivindicavam o restante do pagamento do trabalho feito na campanha política do primeiro turno das eleições. De acordo com informações dos manifestantes, 61 pessoas trabalharam como “formiguinhas”, propagando os nomes do candidato a deputado estadual Marcelo Borges (PSD), não eleito; do candidato à reeleição a deputado federal Joaquim Passarinho (PSD); do senador reeleito Jader Barbalho (MDB) e do candidato ao governo Helder Barbalho (MDB).

Entretanto, dos R$ 950,00 acertados, que deveriam ter sido pagos integralmente na última sexta-feira (12), as “formiguinhas” receberam somente R$ 330,00, referentes ao trabalho para Marcelo Borges e Joaquim Passarinho. Estão faltando os pagamentos de Helder e Jader barbalho, por isso, decidiram hoje cobrar do prefeito.

Um dos organizadores da equipe, Antônio Soares, em rápida conversa chegou a um acordo e prometeu que todos receberão na próxima sexta-feira (19) o pagamento que falta e se recusou a falar com a Imprensa.

Jaqueline Sousa uma das trabalhadoras aceitou a proposta, mas disse que, caso sexta-feira o pagamento não saia, vai “colocar a boca no trombone”. “Vou falar na televisão, vou denunciar na polícia e vou falar na rádio”, ameaçou, indignada.

Rosângela Rodrigues e o marido Antônio Carlos, que está desempregado devido a uma fratura na perna, também trabalharam e não receberam e precisam comprar alimentos e remédios para Antônio. “Eu tenho dinheiro, mas não posso pegar, eles não querem pagar, não tenho nada em casa, só não estou passando fome porque a ONG Renascer Vida me deu uma cesta básica”, contou a mulher.

Ascom afirma que prefeito não assumiu compromisso algum

O Blog manteve contato telefônico com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Redenção, para questionar sobre a participação do prefeito Carlo Iavé no episódio. A reposta foi de que o gestor municipal não coordenou nem financiou campanha alguma, não autorizou contratação de pessoas para trabalhar em campanhas nem se responsabilizou por pagar quem tenha trabalhado. “O prefeito não tem relação alguma com esse assunto. Ademais, ele é muito rigoroso com seus compromissos e, caso tivesse contratado, já teria cumprido o pagamento”, arrematou a assessoria.

Eleição

Márcio Miranda cresce e se aproxima de Helder, aponta a Pesquisa Doxa

A diferença entre os dois candidatos, que era de 17,48 pontos percentuais, caiu para 7,4 pontos em uma semana, devido à subida do candidato do DEM

O Doxa Pesquisas divulgou, na tarde deste domingo (14), a primeira pesquisa de intenção de votos após as eleições do primeiro turno. Para o Governo do Estado, Helder Barbalho (MDB) tem 46,8% e Márcio Miranda (DEM), 39,4%. Brancos e nulos 7,2% e o percentual daqueles que não sabem ou não responderam é de 6,6%. Ou seja, a diferença entre Helder e Márcio, que antes era de 17,48 pontos percentuais, com o crescimento do candidato do DEM, caiu para 7,4 pontos percentuais. Esses são os resultados da pesquisa estimulada.

Na pesquisa espontânea, os resultados são semelhantes: Helder tem 39% e Márcio 31,5%, registrando uma diferença de 7,5 pontos percentuais. Brancos e nulos constituem 11,5% e aqueles que não sabem ou não responderam, 17,9%.

Para a Presidência da República, a pesquisa aponta Jair Bolsonaro (PSL) com 47,8% das intenções de votos e Fernando Haddad (PT) com 37,7%; uma diferença de 10,1 pontos percentuais entre os dois candidatos. Votos brancos e nulos 9,5%, não sabem ou não responderam 4,9%.

O nível de confiança da pesquisa é de 95%, o que significa que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro é de 2,25% para mais ou para menos. A pesquisa foi feita entre os dias 10 e 13 deste mês, nas mesorregiões do estado do Pará; ouviu 1.896 eleitores; está registrada no TRE-PA sob o protocolo PA-07843/2018 e foi contratada pela Gravasom/A Província do Pará.

PUBLICAÇÃO: PESQUISA DOXA (14 DE OUTUBRO DE 2018) – SEGUNDO TURNO

 

Jacundá

Candidatas natas de Jacundá são bem votados no município

A boa votação na cidade, entretanto, não foi suficiente para que ambas chegassem aos mandatos desejados, mas podem ser um bom indicativo para a reeleição à Câmara Municipal, em 2020

Duas candidatas de Jacundá nas eleições proporcionais de 2018 não tiveram êxito na jornada. Marta Costa, candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores, e Lane Pinheiro, candidata a deputada estadual pelo Partido da República, ficaram aquém da votação necessária para ocupar uma cadeira da Câmara Federal e na Assembleia Legislativa. A professora Marta exerce o primeiro mandato de vereadora pelo município jacundaense. Eleita em 2016, ela decidiu concorrer à Câmara dos Deputados. Marta foi a candidata mais bem votada entre seus concorrentes com 1.852 votos somente na 69ª Zona Eleitoral. Ela acumulou no geral uma votação de 5.751 votos.

Abaixo da candidata Marta ficou Paulo Bengtson (PTB) com 1.763 votos, seguido por Cássio Andrade (PSB) com 1.427. Depois está Celso Sabino (PSDB) que obteve 1.378, seguido por Joaquim Passarinho (PSD) com 1.377. E Cristiano Vale (PR)  1.096, e Giovanni Queiroz (PDT) 1046.

Lane Pinheiro é outra de primeiro mandato na Câmara Municipal de Jacundá. Ela obteve no município 4.895 votos. Em todo o Estado a soma é de 9.037 votos. Um resultado muito longe para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Lane somava apoio dos ex-prefeitos Adão Ribeiro, Itonir Tavares e Izaldino Altoé.

O segundo colocado foi o candidato Scaf, que obteve 1.332 votos. Abaixo dele, estão candidatos com menos de mil votos no município de Jacundá. As duas não foram encontradas pela Reportagem para comentar os resultados.

Redenção

Redenção elege um deputado estadual depois de 15 anos

Alex Santiago já foi vereador por dois mandatos e agora concorreu e conquistou uma vaga no Legislativo Estadual

Após 15 anos sem ter representatividade na Assembleia Legislativa do Estado, surge Redenção volta a ter um deputado para defender os interesses do município. Trata-se de Alex José de Aquino Santiago (PR), 31 anos natural de Goiânia (GO), eleito com 39.192 votos. “Nós trabalhamos muito, dia e noite e, graças a Deus, conseguimos chegar lá, conseguimos alcançar nossos objetivos. Nossa cidade precisava de um representante e eu estou aqui, firmando este compromisso, juntos seremos mais fortes e vamos trabalhar por Redenção e, claro, por todo o Pará”, prometeu o deputado eleito.

Alex Santiago já acumula alguma experiência na carreira politica. Foi eleito vereador à Câmara Municipal de Redenção em 2008, com 1.448 votos, e reeleito em 2012, com mais do dobro de votos da primeira eleição, 3.404.

Em 2014, fez sua primeira tentativa de alçar voo mais alto na política e candidatou-se a deputado estadual pela primeira vez. Teve 24.787 votos, mas não conseguiu entrar por causa do quociente eleitoral. Em 2016, ele tentou a segunda reeleição para a Câmara Municipal de Redenção, mas, com 881 votos, ficou como suplente.

“Quero aqui agradecer a todos que votaram em mim. Deus abençoe vocês todos. Quero dizer que vou trabalhar, conte comigo, este é o compromisso do Alex Santiago. Obrigado, meu povo do meu Pará”, declarou ele, ouvido pelo Blog.