Marabá

Corpo de piloto de avião que caiu em Belém é enterrado em Marabá

O corpo do piloto Paulo Roberto Melo Marinho, 51 anos, foi enterrado na tarde desta segunda-feira (20) em Marabá, sudeste do Pará. Paulo Roberto morreu no último sábado (18) na queda de um avião monomotor no Conjunto Amapá, no bairro do Souza, em Belém.

Familiares e amigos fizeram o cortejo do corpo até o Cemitério da Saudade, no bairro Nova Marabá. A mãe e os quatro filhos do piloto estavam presentes na despedida.

O corpo do piloto foi velado na tarde de domingo (19) no Aeroclube de Belém. No local, Paulo Roberto Marinho recebeu homenagens de amigos e colegas de trabalho. Na manhã desta segunda-feira, o corpo levado para Marabá, onde o velório continuou em uma igreja evangélica no bairro de Novo Horizonte.

Entenda o caso

O monomotor Cessna 210 prefixo PR-DVR, fabricado em 1979, saiu do aeroporto Brigadeiro Protásio pouco antes de 13h. Era um voo de demonstração, de cerca de 5 minutos. A aeronave estava à venda. Quatro pessoas estavam na aeronave: o interessado na compra do avião, dois mecânicos e o piloto, que morreu na queda.

O avião caiu em cima de uma casa na avenida Almirante Barroso, uma das mais movimentadas de Belém. O local fica distante cerca de 900 metros em linha reta da pista de pouso.

Assim que decolou, um amigo do piloto disse que viu uma fumaça e o avisou pelo rádio para retornar. O monomotor ainda foi visto como se tivesse tentando fazer a curva, mas desapareceu por trás de uma área de mata.

Os passageiros foram levados para o Hospital Metropolitano, em Ananindeua. Dois tripulantes continuam internados, Delvano Silva Rodrigues e Antônio Carlos Frazão. De acordo com o hospital, o estado de saúde deles é considerado estável. Um outro tripulante, José Ramos de Andrade, recebeu alta no domingo (19). Das seis pessoas que estavam na residência, uma teve ferimentos leves.

Fonte: G1

Deixe seu comentário