Comunicado da Prefeitura de Parauapebas sobre o estado de greve do SINTEPP

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Divulgado no site da PMP

Comunicado

A prefeitura vem a público informar que não existe motivo para a paralisação dos servidores públicos da Educação, uma vez que sempre existiu diálogo entre o governo e a categoria. Os manifestantes reivindicam reajuste de 20%, mas o governo zerou as perdas de seus servidores ao longo dos quatro primeiros anos de gestão. As perdas zeradas foram de 20,05%.

Devido a isso, o governo reajustará como faz todos os anos os salários com base no Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), que acumulado de abril de 2009 a abril de 2010 é de 5,29%. O governo oferece uma reposição de 5,30%. Desta forma, não há perda nenhuma para os servidores.

O Governo Municipal, com o objetivo de respeitar seus servidores, organizados em sindicatos, já reuniu mais de uma vez com cada uma das entidades de classe, buscando na medida do possível atender as reivindicações, muito já consensuadas entre as partes.

Com o Sintepp não foi diferente, pois o governo já reuniu separadamente para discutir a pauta específica, que se resume em dois pontos principais: o reajuste salarial, que será um índice único para todos os servidores municipais; e o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR). As reuniões sempre ocorreram num clima amistoso e produzindo avanços.

Este era o clima de trabalho até então, mas o governo foi surpreendido com um panfleto agressivo assinado pelo Sintepp, demonstrando sinais de rompimento do processo de negociação. Desta forma, não existe motivos que justifiquem o reajuste requerido, bem como os atos praticados pelo Sintepp, uma vez que o governo se encontra aberto às negociações.

[ad code=2 align=center]

Publicidade