Com zero casos de Covid-19, Jacundá mantém medidas rigorosas de prevenção

Duas suspeitas foram descartadas, 13 pessoas estão em isolamento domiciliar e 39 seguem monitoradas por apresentarem sintomas semelhantes aos da doença
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Equipe recebeu treinamento

Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Jacundá divulgou às 23h de ontem, terça-feira (7), o último boletim epidemiológico sobre a Covid-19. Um total de 52 pacientes são acompanhadas pela equipe de Vigilância Sanitária em Saúde. Na semana passada, dois casos suspeitos foram descartados por apresentarem resultados negativos para o Coronavírus. “É um alívio”, comentou a secretária de Saúde, Lícia Souza.

Das 52 pessoas acompanhadas pela SMS, 13 estão em isolamento domiciliar e outras 39 são monitoradas por apresentar sintomas parecidos aos da Covid-19. E, diante do registro de novos casos no Estado do Pará, a prefeitura mantém restrições de funcionamento no setor comercial e industrial, permitindo a abertura de serviços essenciais.

Para atuar na prevenção e combate ao vírus, a Secretaria de Saúde Jacundá age em algumas frentes, com o treinamento de equipes no atendimento de casos suspeitos. Médicos, enfermeiros e fisioterapeuta do Hospital Municipal de Jacundá passaram por treinamento em suporte avançado ao paciente em sofrimento respiratório realizado, em Marabá, por um médico cardiologista intensivista.

 As equipes fizeram treinamento prático em intubação orotraqueal e sobre ajustes de respiradores básicos, além de atualização de procedimentos relacionados à ressuscitação.

“De acordo com o plano de contingência estadual, pacientes mais graves deverão ser encaminhados para o Hospital Regional de Tucuruí e Hospital de Campanha de Marabá que está em fase de construção”, explica a secretária

Ainda nas ações preventivas, nesta semana, teve início a higienização e inicia hoje as atividades de desinfecção de ambientes públicos.  “Esta é mais uma medida tomada pelas equipes sanitárias do município na tentativa combater o ciclo de transmissão do coronavírus”, disse Lícia Souza.

(Antonio Barroso)