Câmaras Temáticas vão acelerar encaminhamentos de segurança pública em Parauapebas

Continua depois da publicidade

As autoridades que compõem o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM) deliberaram na primeira reunião do ano, que ocorreu na sexta-feira (6), diversos temas de interesse da comunidade relacionados à segurança pública em Parauapebas, entre elas a implantação de câmaras temáticas. O encontro foi realizado no auditório do Fórum Juiz Célio Rodrigues.

GGIM Jornal Tablóide

Na pauta a aprovação do regimento interno com a estruturação de quatro Câmaras Técnicas Temáticas do GGIM, distribuídas em: Prevenção e Combate à Criminalidade; Combate à Violência contra Criança e Adolescente; Combate aos Atos Infracionais; Combate à violência no Trânsito. Cada uma deverá discorrer e elencar determinadas situações de risco e suas possíveis soluções.

Cada câmara temática terá a participação de órgãos específicos para a sua condução, ficando as mesmas autorizadas a convocar outros órgãos não listados no regimento a participar das deliberações sempre que necessário.

“As Câmaras Temáticas serão de suma importância para a condução do processo de integração da segurança pública aqui no município, pois a partir delas os assuntos serão debatidos setorialmente, antes de serem apresentados ao GGIM. Dessa forma, quando os membros do gabinete se reunirem, receberão um diagnóstico de cada situação levantada pela câmara temática responsável. Isso dará maior celeridade ao processo”, destacou o titular da Secretaria de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), Hipólito Gomes.

GGIM Jornal Tablóide 2Para o Diretor do Fórum de Parauapebas, o juiz Líbio Araújo Moura, é importante que sociedade compreenda que as quatro Câmaras Temáticas que foram criadas, nesse momento, serão suficientes para atender os mais diversos seguimentos da sociedade.

“De imediato, não precisamos criar uma câmara temática para cada tema específico da sociedade. Assim, iríamos correr o risco de ampliar demais e resolver de menos, e não é esse o nosso objetivo. Nosso intuito dentro do GGIM é identificar o problema a partir do diagnóstico levantado na Câmara Temática, das quais, os próprios integrantes do gabinete fazem parte, e a partir daí, desenvolver um plano de ação integrando todos os poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário, juntamente com os atores da segurança pública: PM, PC, Corpo de Bombeiros, Detran, DMTT”, ressaltou o juiz.

A reunião contou com a presença do prefeito Valmir Mariano, que fez questão de parabenizar o GGIM pela reunião a pelas ações planejadas para o decorrer do ano.

Fonte: Assessoria de Comunicação Semsi

3 comentários em “Câmaras Temáticas vão acelerar encaminhamentos de segurança pública em Parauapebas

  1. REFORÇO Responder

    O poder executivo tem nas mãos, em médio prazo, a opção para reforçar a segurança da população. Guarda Municipal já, Sr. prefeito der celeridade para início do curso de formação e aquisição dos equipamentos e estrutura necessárias para que a Guarda Municipal possa desenvolver um bom trabalho.

  2. Thiago Responder

    Quando se deixa de lado a politicagem e verdadeiros gestores assumem um cargo político dá nisso. Excelente trabalho e o mérito julgo ao Sec. Hipólito que desde que assumiu vem mudando a cara da segurança pública, tornando-a mais técnica e menos política. Parabéns.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: