Casa da Cultura de Canaã atrai mais de 38 mil pessoas em programação virtual na pandemia

O público participou das contações de história realizadas toda terça-feira, às 20h, via WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Casa da Cultura Canaã (Foto: Divulgação)

Continua depois da publicidade

A Casa da Cultura de Canaã dos Carajás divulgou nesta segunda-feira (10) o número de participantes da Contação de Histórias, que faz parte da programação virtual realizada desde o início da pandemia. Já são mais de 38 mil pessoas que, todas as terças-feiras, a partir das 20h via whatsApp, se divertem com personagens da literatura brasileira.

Algumas dessas histórias narraram as lendas indígenas. Outras mostraram a influência do povo africano na formação da cultura brasileira. Diferentes temas que, juntos, contribuíram para a aproximação de crianças e adolescentes da leitura.

Maio

Neste mês, novas histórias farão parte da programação online e gratuita. O conto desta semana é “Os entalados”, de autoria de Solange Ribeiro. Nesta terça-feira, 11 de maio, às 20h, a contadora Maria Alice Martins compartilhará a história de três animais que ficaram entalados numa casa no meio do bosque e que só saíram de lá graças à união dos bichos da floresta.

No dia 18, a escritora Romana Melo entra em cena para narrar um de seus contos: a “A menina que colecionava”. O personagem principal da história é Ana Rita, uma menina que adora colecionar e tem uma imaginação envolvente. As aventuras da criança são repletas de sonhos e desejos que se abrem em um mundo de possibilidades mágicas e trazem ao público a simplicidade do cotidiano.

Outra contação de história será realizada no dia 25 de maio e, dessa vez, contará com a participação da intérprete da Língua Brasileira de Sinais, Suzana Vio.

“Bom dia todas as cores”, escrito por Ruth Rocha, conta a história de um camaleão que queria agradar a todos. Por isso ia mudando de cor conforme a preferência daqueles que encontrava pelo caminho.

Serviço

Para participar, basta ter acesso à internet e enviar uma mensagem ou ligar para um desses números: (94) 99160-8186 e (94) 99220-3451.

Publicidade