Capacidade de transmissão de dados de internet será ampliada no sul do Pará

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O presidente da Prodepa, Theo Pires, anunciou  parceria com a Eletronorte

Os municípios do sul do Pará devem ter a capacidade de transmissão de dados na internet ampliada até dezembro. A Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa), em parceria com a Eletronorte, está quadruplicando parte da capacidade de transmissão de Marabá, com o intuito de promover a democratização do acesso à Internet pelos órgãos de Governo e pelas comunidades, possibilitando a implantação do governo digital e a maior aproximação do cidadão às políticas públicas.

A ampliação que o Governo está fazendo, substituindo equipamentos antigos por outros mais modernos, vai garantir o aumento da capacidade de transmissão de dados não apenas para Marabá, mas também vai beneficiar diretamente os municípios de Barcarena (Vila do Conde), Tailândia, Tucuruí e Jacundá. “Como polo do sul do Pará, as melhorias foram planejadas já pensando no projeto de fibra óptica do Governo do Estado, que vai descer a partir de Marabá até Redenção”, afirma o presidente da Prodepa, Theo Pires.

O sistema de alta densidade óptica em uso será atualizado. Partindo da substituição dos equipamentos da infovia, que vai de Belém a Marabá – que já começa a ser feita a partir da próxima segunda-feira, 27 – será aumentada a capacidade de transmissão da rede de 1 para 4 Gbps. “O trabalho que está sendo realizado na fibra vai potencializar também uma melhoria nos municípios atendidos por sistemas de rádio, pois os pontos de distribuição do sinal serão ampliados”, explica Leila Daher, diretora de Projetos Especiais da Prodepa.

Como resultados da atualização do sistema, espera-se a ampliação da capacidade de transmissão de dados dos órgãos públicos estaduais até a capital e a ampliação do acesso à Internet nesses municípios. “A melhora será sentida em toda a região, em todos os municípios que estão na rota”, revela Leila.

Expansão

O Governo do Pará investirá cerca de R$ 120 milhões na ampliação das redes de fibra ótica em todo o Estado. Os recursos serão viabilizados através de uma operação de crédito junto à Corporação Andina de Fomento (CAF), que vem sendo articulada pelo Governo, no valor de U$$ 60 milhões. Além do aporte, o Governo também abre uma licitação para o desenvolvimento de estudos e produtos relacionados à rede de comunicação de dados, voz e imagem em banda larga. A intenção é, cada vez mais, interligar todas as regiões do Pará.

De acordo com a diretora, a região sul do estado será atendida a partir de Marabá. “Hoje o sinal chega em Eldorado do Carajás, Curionópolis e Parauapebas. Mas os trabalhos estão avançando para chegar até Xinguara, passando por Canaã do Carajás e Sapucaia”, conta.

Por Nátia Machado – Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará

Publicidade

Relacionados