Câmara de Jacundá aprova por unanimidade a LDO 2019

Após aprovação em segundo turno, a proposta, que compreende as ações da administração pública municipal, segue para sanção ou veto do Executivo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em sessão extraordinária presidida pelo vereador petista Lindomar Marinho, nesta quarta-feira, a Câmara Municipal de Jacundá aprovou, em segundo turno, o Projeto de Lei 01/2018 que estabelece as diretrizes a serem observadas na elaboração da Lei Orçamentária do Município para o exercício de 2019. O projeto da LDO foi aprovado por unanimidade.

A proposta compreende as ações da Administração Pública Municipal, as diretrizes para a elaboração e execução do orçamento do município, as disposições relativas à dívida pública municipal, as disposições relativas às despesas com pessoal e encargos sociais e as disposições sobre alterações na legislação tributária municipal. Inclui anexos de metas e riscos fiscais e a relação de obras em andamento.

Lindomar explicou durante o processo de votação que a LDO de 2019 abrange a estrutura administrativa do Poder Executivo e dá competência ao gestor municipal para gerir os recursos públicos de forma eficiente. “Encerramos a segunda votação com apoio total dos membros desta Casa de Leis. Agora o projeto segue para o prefeito sancioná-lo”.

Na defesa da peça, o vereador Daniel Siqueira Neves, o Daniel dos Estudantes, esclareceu que “o projeto visa contemplar todas as áreas da administração pública com recursos direcionados ao desenvolvimento do município”.

Um dos artigos do projeto, o de número 11, especifica que “a elaboração do projeto, a aprovação e execução da lei orçamentária de 2018 deverão ser realizadas de modo a evidenciar a transparência da gestão fiscal, observando-se o princípio da publicidade e permitindo-se o amplo acesso da sociedade a todas as informações relativas a cada uma dessas etapas”.

Publicidade