Briga de cachorro grande

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Parece ter havido alguma admoestação do novo secretário de Finanças, Hernandes Margalho, para com o ex-pregoeiro oficial do município de Parauapebas. Fui informado que o rapaz não está nada satisfeito com a forma de tratamento dispensada a ele e aos antigos colaboradores da SEFAZ. Argenor estaria, inclusive, disposto a fazer declarações que fariam até mesmo P.C. Farias, tesoureiro da campanha do ex-presidente Collor, virar-se no túmulo.

Está marcada para hoje uma reunião, com presença do prefeito Darci Lermen, onde serão aparadas algumas arestas, ou não. O certo é que o antigo responsável pelas licitações e pregões do município tem muito a dizer, se quiser, e deve ser tratado com o respeito necessário à um servidor que tinha a fórmula da famigerada “química”  tão usada atualmente por nossos políticos.

Vamos ver no que vai dar tudo isso. É certo que, fontes ligadas ao demitido pregoeiro, já ouviram dele o desejo de não trabalhar com o atual responsável pela SEFAZ.

Temos aí uma briga de braço, das boas! Argenor tem o apoio e a confiança do ex-secretário, Milton Zimmer, e dos insatisfeitos funcionários da “Casa da Moeda”, enquanto Margalho parece ser atualmente o menino dos olhos do prefeito.

[ad code=1 align=center]

Publicidade