Marabá

Assembleia Itinerante chega a Marabá

Nesta quarta-feira, 3, na Câmara Municipal, parlamento cederá tribuna para ouvir propostas da população. Antes disso, governador e deputados participam de ação cidadania em Parauapebas

Dos 41 deputados estaduais do Pará, 33 confirmaram presença na sessão especial que a Assembleia Legislativa irá realizar na Câmara Municipal de Marabá nesta quinta-feira, 4, como parte do projeto Assembleia Itinerante. Mas antes disso, às 8h30, os parlamentares irão a Parauapebas para participar, ao lado do governador Helder Barbalho, da Ação Cidadania do Programa ParáPaz. Será na recém-inaugurada escola Nelson Mandela.

Na ação, até as 17 horas, serão ofertados serviços de saúde e de beleza, emissão de documentos, palestras e apresentações culturais. De Parauapebas, o governador e os deputados seguirão para Marabá, onde a Assembleia Legislativa irá realizar a sessão especial “Alepa em ação – trabalho que vai até você”.

Com a ida de Helder Barbalho já nesta terça-feira, 02, para Marabá, a sessão ordinária da Assembleia foi parcialmente esvaziada. Contou com a presença de apenas 29 dos 41 deputados. Entre os que falaram da importância da presença do parlamento no interior do Estado Miro Sanova e Júnior Hage, ambos do PDT, e Cilene Couto (PSDB).

Os parlamentares são unânimes em destacar a necessidade de tanto o Executivo quanto o Legislativo ouvirem as necessidades da população na própria região em que se encontram e conhecerem pessoalmente os anseios e preocupações da sociedade. Conforme observaram Sanova e Júnior Hage, em Santarém a sessão especial realizada se prolongou por mais de quatro horas.

O presidente da Alepa, deputado Dr. Daniel Santos (sem partido), reforça que a Assembleia Itinerante tem como finalidade descentralizar as discussões políticas de Belém para o interior, para, a partir daí, apresentar propostas ao Governo do Estado que contemplem os anseios da população. No caso do sul e sudeste do Estado, ainda é grande o movimento que deseja a divisão territorial do Pará devido à falta de políticas públicas e maiores investimentos na região.

Justamente para ouvir as demandas da população, explica Dr. Daniel, é que o Legislativo optou por realizar sessão especial e não sessão ordinária. “Nas sessões ordinárias deliberativas – com pauta de votação – precisamos seguir um rito determinado pelas normas do Regimento Interno da Alepa. Com esse formato, de sessões especiais, vamos abrir espaço para ouvir a população e garantir a participação popular”, explica o chefe do Legislativo.

Em Marabá, como foi em Santarém, o espaço estará aberto a prefeitos, vereadores e aos representantes dos mais variados segmentos sociais que desejarem expor a problemática dos seus municípios e apresentar propostas para a região. Conforme assinala Dr. Daniel, isso vai colaborar para que o Legislativo trace um diagnóstico dos municípios e proponha ações efetivas para o desenvolvimento de cada região.

Além do presidente da Alepa, garantiram presença na sessão especial de Marabá os deputados Renato Ogawa, Fábio Freitas, Chamonzinho, Gustavo Sefer, Dirceu Ten Caten, Miro Sanova, Raimundo Santos, Júnior Hage, Hilton Aguiar, Eraldo Pimenta, Chicão, Victor Dias, Ozório Juvenil, Alex Santiago, Luth Rebelo, Toni Cunha, Caveira, Nilton Neves, Fábio Figueiras, Igor Normando, Jaques Neves, Orlando Lobato e Galileu Moraes e as deputadas Cilene Couto, Renilce Nicodemos, Dilvanda Faro, Michele Begot, Marinor Brito, Ana Cunha, Heloísa Guimarães, Diana Belo e Nilse Pinheiro.

Mais municípios

Além da ida a Parauapebas e Marabá, o presidente da Alepa, deputado Dr. Daniel Santos, e os demais parlamentares irão a outros quatro municípios incluídos na programação itinerante do Poder Executivo. A caravana política irá para Conceição do Araguaia, Cumaru do Norte, Redenção e Tucumã.

Mas ainda em Marabá, Helder Barbalho se programou para ouvir prefeitos dos 39 municípios de Carajás, no Centro de Convenções, que na quinta-feira, 4, será palco da audiência pública sobre o Plano Plurianual do Estado, para o quadriênio 2020/2023.

Na sexta-feira, 05, dia do aniversário de 106 anos de fundação de Marabá, governador e deputados irão participar do café da manhã especial em comemoração à data. De Marabá, a caravana vai para Conceição do Araguaia, onde Helder Barbalho vai assinar uma ordem de serviço para a construção de 19 pontes de concreto no município. Já em Cumaru do Norte, a OS será para a construção de uma escola.

Em Redenção, será inaugurada uma escola enquanto que em Tucumã a inauguração será da Unidade Integrada de Polícia do município.

Por Hanny Amoras – correspondente do Blog em Belém

Um comentário em “Assembleia Itinerante chega a Marabá

  1. Peter Responder

    Particularmente vejo com bons olhos esta proposta de Governo Itinerante. O maior benefício é aproximação mesmo e criação de uma visão mais unificada do estado.

    Em Marabá, seguramente o tema AÇOS LAMINADOS DO PARÁ, que no fundo é materialização mais robusta da tal política de VERTICALIZAÇÃO MINERAL.

    Entendo que é o momento para tratar desse tipo de planejamento mais estratégico. Pará e cercanias demandam aço que é importado, temos o minério, temos o terreno e licenças e os empregos e riqueza gerados são fundamentais para o estado. Precisamos pensar que um dia os empregos gerados na mineração possam diminuir drasticamente. Precisamos também através dos recursos e compensações relativos à mineração buscar outras potencialidades para o estado, seja na indústria ou até mesmo no turismo.

Deixe seu comentário