Altamira: PRF e PF apreendem carregamento com 100 peixes de espécie ameaçada de extinção

A apreensão foi realizada, nesta quinta-feira (9), na BR-230. A espécie é nativa do Rio Xingu e seria comercializada, de forma ilegal, por cerca de R$ 2.180,00 cada unidade
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Os peixes, que estão sob ameaça de extinção, seriam vendidos por mais de R$ 2,1 mil a unidade

Continua depois da publicidade

Em uma ação conjunta, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Federal (PF) apreenderam um carregamento com 100 peixes de espécie ameaçada de extinção. A apreensão foi realizada nesta quinta-feira (9), por volta de 1h15, na BR-230 (Transamazônica), no município de Altamira, sudoeste do Pará.

Segundo a PRF, a equipe que realizava fiscalização de rotina na rodovia abordou um veículo Volkswagen Virtus, às margens da rodovia. Durante os procedimentos de fiscalização, o condutor e o passageiro apresentaram nervosismo de forma excessiva.

Após uma busca minuciosa no veículo, foram encontrados dentro de um saco plástico 100 peixes da espécie Acari Zebra (Hypancistrus Zebra) sendo transportados ilegalmente. O Acari Zebra, também conhecido como cascudo zebra imperial ou zebra pleco, é uma espécie criticamente ameaçada de extinção no Livro Vermelho do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio).

Os peixes dessa espécie são de pequeno porte e se destacam pela coloração diferenciada, o que os tornam bastante procurados no mercado de aquarismo mundial. Além disso, a espécie é endêmica, ou seja, encontrada exclusivamente em um local. A espécie é nativa do Rio Xingu, no Pará.

De acordo com a PRF, ao ser questionado, o passageiro do veículo disse que os peixes eram seus e que sabia da ilegalidade. Também relatou à equipe de policias que já havia sido preso pela Polícia Federal no aeroporto de Manaus (AM) pelo mesmo crime. Já o condutor disse que sabia dos peixes no veículo, entretanto, não sabia da ilegalidade comercial da espécie.

Diante do flagrante do crime previsto na Lei 9.605/1998 – Art. 34, o condutor e o passageiro foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal para que fossem tomadas as medidas cabíveis. Segundo a PRF, essa espécie é bastante cobiçada em diversos países, com a unidade ofertada por R$ 2.180,00 nos EUA.

Tina DeBord