PRF aperta fiscalização e apreende 72 metros cúbicos de madeira em menos de 5h no Pará

As apreensões foram feitas nas BRs 230 e 163, no sudoeste do Pará. Somente em 2021, a PRF já apreendeu mais de 323 m³ de madeira sendo transportada ilegalmente no estado
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em fiscalizações realizadas nesta quarta (4) e quinta-feira (5), a Polícia Rodoviária Federal (PPRF) apreendeu 72 metros cúbicos de madeira sendo transportada ilegalmente no Pará.  As apreensões foram feitas em menos de 5h em fiscalizações realizadas nas BRs 230 (Transamazônica) e 163, no sudoeste do estado.

Por volta de 19h de ontem, durante fiscalização no km 938 da BR-163, em Santarém, foram apreendidos 37 m³ de madeira serrada. A madeira estava sendo transportada em um caminhão, que foi abordado pelos policiais federais.

Durante os procedimentos de fiscalização, o motorista apresentou uma nota fiscal que após análise minuciosa e consultas aos sistemas, foi constatado indícios de falsificação. A carga, de madeira do tipo Maçaranduba, foi entregue ao Ibama e o condutor foi encaminhado para a Polícia Federal, em Santarém, para as medidas cabíveis.

Cinco horas depois, em fiscalização no Km 518 da BR-230, em Altamira, foram apreendidos outros 35 m³ de madeira sendo transportada ilegalmente. O flagrante ocorreu nesta quinta-feira (5), por volta das 00h10, quando uma equipe da PRF abordou o caminhão M.BENZ/AXOR, que transportava a madeira.

Durante os procedimentos de fiscalização, os policiais solicitaram ao condutor que apresentasse a documentação da carga, mas o ele alegou que não tinha nenhum documento que comprovasse a origem lícita da madeira.

A madeira em tora, da espécie conhecida como Angelim vermelho, foi encaminhada ao Ibama para que fossem tomadas as medidas legais.

Tina DeBord