Vereador Adelson Fernandes (PDT) se defende da acusação de posse de carro clonado em Parauapebas

Continua depois da publicidade

Está no Blog do radialista Laércio de Castro:

Este blogger, antecipou como carro clonado um problema de um veículo do vereador de Parauapebas, onde observa-se que, de acordo com as informações mais recentes, a placa do veículo é que seria o fator do problema. Onde todos os caracteres estão conforme documento original, porém no lugar de Peixoto de Azevedo-MS, está Parauapebas-PA.

Em entrevista à rádio Arara Azul, o vereador Adelson Fernandes, nega as acusações e aponta os agentes do Detran, destacando o agente Diógenes Samaritano, como autor de tentativa de suborno, onde segundo o vereador, foi pedido 8.000 tijolos que convertidos dariam 3.200 reais.

Adelson Fernandes alega que por diversas vezes procurou a sede do Detran em Parauapebas para regularizar a situação do veículo, que está em nome do ex-proprietário e emplacado na cidade de Peixoto de Azevedo, Mato Grosso do Sul, e aí estaria o motivo para o recolhimento do veículo que encontra-se neste momento no pátio do Detran, é que a placa estão com todos os caracteres (letras e números) conforme o documento original, porém a targeta que identifica a cidade de origem do emplacamento está Parauapebas, no lugar de Peixoto de Azevedo.

O vereador citou ainda que todos conhecem as extorsões que os agentes impetram no município. Adelson informa ainda que o recibo do veículo foi extraviado, conforme relato em um boletim de ocorrência da Depol de Parauapebas, datado em 10 de Julho de 2008. O vereador disponibiliza dados do veículo para sanar quais dúvidas sobre o episódio:

PLACA JZR-3654 – PEIXOTO DE AZEVEDO-MS, CHASSI 9BFLF47GX2B078546.

Adelson Fernandes, afirmou ainda durante a entrevista, que não teria motivo para ter como propriedade um veículo irregular como estão querendo afirmar.Que tudo isso não passa de uma reação desesperada por parte do agente supracitado preocupado com o desenrolar deste episódio, pois Adelson irá denunciar ao ministério público e a direção estadual do DETRAN os supostos abusos dos agentes.

A celeuma montada deve dar pano para as mangas, já que processos devem ser os próximos passos.Os agentes por sua vez entraram com pedido de provas das acusações feitas pelo vereador.

[ad code=3 align=center]

3 comentários em “Vereador Adelson Fernandes (PDT) se defende da acusação de posse de carro clonado em Parauapebas

  1. Martins Responder

    Senhor Vereador. o DETRAN está sendo administrado pelo presidente do PDT, e em relação a documentação e a parte administrativa e não a parte operacional. O senhor está sendo vítima da sua propria MÁ ADMINISTRAÇÃO. Os agentes são na rua o espelo dos lugares que o pdt administra. UMA PORCARIA.

  2. RODRIGUES Responder

    é Vereador Adelson, pelo menos teve um lado positivo nisso; voce como representante do povo está testemunhando o que eles fazem com os cidadãos quando estão em falha mesmo que elas sejam pequenas, e não é tão diferente no DMTT. é parece que esse Samaritano não é tão bom samaritano, voces sabem de qual escola ele está vindo? D M T T.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: