Veículo aéreo não tripulado fará fiscalização mineral no estado do Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

VantNesta sexta-feira (15), o primeiro avião não tripulado do estado, adquirido pela Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), fará seu primeiro voo teste operacional. O Vant (veículo aéreo não tripulado) será utilizado para fazer fiscalização mineral no estado. Conhecido como Vant ou drone, foi comprado de uma empresa de São Paulo ao custo de R$ 307 mil para combater o garimpo clandestino.

O Vant tem câmeras de alta definição, que também captam imagens em infravermelho, e serve para mapear as atividades das minas. O equipamento, que deve operar em todo o estado, permitirá a realização de um cálculo volumétrico que indicará a quantidade exata do que está sendo retirado das minas mensalmente, além de quantificar o volume de minérios estocado.

Esta é uma ação pioneira. Segundo a fabricante, será a primeira vez que o Vant irá realizar fiscalização mineral no país. “Com esse diagnóstico feito, poderemos saber exatamente os tipos de metais extraídos e suas concentrações. O Pará está à frente de um projeto pioneiro, que poderá servir de referência para todo o país”, destaca Helder Abdon Gaspar.

Publicidade