UFPA e USP realizam workshop sobre “Cidades Inteligentes” em Canaã dos Carajás

Evento online e gratuito será transmitido pelo canal da Unifesspa, no youtube, nos dias 4 e 5 de novembro a partir das 17h.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Nesta quarta e quinta-feira (4 e 5 de novembro), a Universidade Federal do Pará (UFPA) em parceria com a Universidade de São Paulo (USP) realizam o 1º Workshop Smart City Canaã dos Carajás: Desafios e Perspectivas. O evento pretende apresentar as ações de implantação e gestão de uma plataforma de cidades inteligentes baseada em Internet das Coisas (IoT) para o município de Canaã dos Carajás.

O workshop será remoto e gratuito, aberto ao público em geral, e transmitido no canal da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) no YouTube, a partir das 17h. O projeto é fruto de um convênio estabelecido pela UFPA, Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás e Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisa (Fadesp), e será coordenado pelo professor Renato Francês, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da UFPA.

A iniciativa contempla a instalação de dispositivos baseados em internet das coisas (IoT), como drones e sensores, passando por melhorias na infraestrutura de telecomunicações até a aquisição de uma estrutura de computação de alto desempenho e um data center para a cidade.

Os equipamentos e insumos implantados irão atender áreas como a da Saúde Pública, por meio de monitoramento de doenças negligenciadas, da expansão da telemedicina, serviços de Home Care, e de sistemas que permitem uma segunda opinião médica. Na área da Segurança Pública, serão melhorados os serviços através de videomonitoramento por câmeras e drones e soluções de inteligência artificial. Na Educação, será possível a integração de sistemas e serviços da rede pública municipal, Educação a Distância e integração com o Polo Universitário de Canaã dos Carajás. Em relação ao meio ambiente, serão aprimoradas ações de monitoramento da qualidade do ar, da água, das atividades de mineração e de outros projetos que têm potencial de poluir ou impactar a região.

“De uma maneira geral, essa plataforma é o que temos de mais evoluído para fins de desenvolvimento social. Tal tecnologia tem o viés de promover o bem-estar social. A lógica aplicada é de que a cidade se adapte à realidade dos cidadãos, e não eles que se adaptem ao funcionamento da cidade. Esse é um projeto que muda o contexto social da cidade. É realmente inovador”, comenta o professor Renato Francês, coordenador da iniciativa.

Smart City

A criação de cidades inteligentes é melhorar a qualidade de vida da população e manter o desenvolvimento econômico através de operações urbanas mais eficientes, amparadas por Internet das Coisas e inteligência artificial.

Canaã dos Carajás será projeto-piloto no Pará da IARA (Inteligência Artificial Recriando Ambientes), que pretende expandir para outros municípios. A rede nacional é coordenada pelo professor André Carvalho, do Instituto de Ciências Matemática e Computação da USP (ICMC/USP), que contempla 35 universidades brasileiras, 15 universidades estrangeiras, 98 pesquisadores, oito fundações estaduais de amparo à pesquisa, seis prefeituras e grandes empresas do setor privado.

Programação do Workshop:

4 de novembro

– Abertura do evento, com a participação do prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade e do Reitor da UFPA, Emmanuel Zagury Tourinho.

– Apresentação do projeto Smart City Canaã dos Carajás, pelo professor Renato Francês.

– Apresentação do projeto IARA, pelo professor André Carvalho.

05 de novembro

– Apresentação das primeiras aplicações em Canaã dos Carajás pelo Professor Aldebaro Klautau (UFPA).

– Painel 1“O papel da sociedade no processo de definição das prioridades da cidade”.

– Painel 2 “O papel das IFES que atuam na região na construção coletiva do projeto.

– Apresentação do “ONovoLab”, uma iniciativa que visa colocar o Brasil no cenário de global de inovação.

Transmissão: a partir das 17h nos canais da Unifesspa e do ICMC TV USP no YouTube.

Por Dayse Gomes

(informações UFPA)