Sul do Pará está livre da febre aftosa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O secretário de Estado da Agricultura de Minas Gerais, Gilman Viana Rodrigues, informou ontem, que o Pará e outros 15 Estados, além do Distrito Federal, têm condições de exportar carne bovina para a China após o reconhecimento de que estão livres de febre aftosa. As compras dessas regiões foram restringidas em 2005, após a descoberta de focos da doença em Mato Grosso do Sul.

No caso do Pará, o reconhecimento se aplica apenas ao sul do Estado. Também foram reconhecidos como livres da doença os estados do Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe, Tocantins e o Distrito Federal foram reconhecidos como livres da doença.

Para retomar as exportações para aquele país, porém, os frigoríficos interessados terão que ser aprovados individualmente pela Administração Nacional de Certificação e Acreditação da China (CNCA), após apresentarem um conjunto de informações técnicas e documentos.

A documentação terá que ser encaminhada ao Ministério de Agricultura que, após análise, irá enviar as informações à CNCA. Se os documentos forem considerados satisfatórios, o estabelecimento poderá ser credenciado imediatamente ou ainda passar por uma inspeção por autoridades sanitárias chinesas.

Fonte: Diário do Pará

Publicidade